Semana Santa: Confira as solenidades na semana mais importante no calendário litúrgico da Igreja Católica

A Igreja Católica prepara-se para viver a semana mais importante dentro do seu calendário Litúrgico. A Semana Santa marca os principais acontecimentos da vida de Jesus e que são celebrados até hoje dentro da tradição da Igreja. De Domingo de Ramos ao Domingo de Páscoa, todas as Paróquias realizam as celebrações próprias deste tempo. Dom Manoel Delson, Administrador Diocesano, preside as celebrações na Catedral de Nossa Senhora da Conceição.
No dia 09 de abril é celebrado o Domingo de Ramos, abrindo a Semana Santa. As paróquias realizam a Caminhada de Ramos, relembrando o dia que Jesus voltou à Jerusalém e foi recebido por uma multidão. Na Catedral, o momento é vivido com uma pequena procissão, que sai da Praça para o interior da Catedral, onde acontece a missa às 10h. Neste dia também acontece a Coleta Solidária da Campanha da Fraternidade. O dinheiro arrecadado será usado nas ações, por todo Brasil, que englobam o tema da CF deste ano, que é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”, e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15).
Na Quinta-feira Santa, dia 13 às 8h30, todo o Clero se reúne diante do Bispo na Catedral para a Missa dos Santos Óleos, onde acontece a renovação dos votos sacerdotais e a bênção dos óleos sacramentais. Na parte da tarde, às 17h, é celebrada a Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés, lembrando a instituição da Eucaristia e o gesto de humildade de Jesus, que lavou os pés de seus discípulos ensinando-os a serem sempre humildes servidores.
Na Sexta-Feira Santa, dia 14, acontece a Celebração da Paixão, às 15h, e a Procissão do Senhor Morto, que leva a imagem de Jesus pelas ruas da cidade, lembrando o sacrifício da morte de cruz.
No Sábado de Aleluia, dia 15, Dom Delson preside a celebração às 20h, quando acontece a Bênção do Fogo e a Vigília Pascal. Uma noite cheia de simbolismo, que traz a luz e a água do batismo, sinais fortes da fé católica. Aos que forem à Catedral nesta noite, é pedido que levem uma vela para o momento da vigília.
O Domingo de Páscoa é o dia da grande festa da Ressurreição. “A Igreja celebra neste dia santo o mistério central da vida cristã: a vitória da graça sobre o pecado e a inauguração de um novo tempo de graça e santidade, de vida plena e eterna. Tempo de esperança e de paz no Senhor Ressuscitado”, explica Dom Manoel Delson, que preside celebração na Catedral às 10h. No mesmo dia também acontecem missas às 17h e às 19h30.

 

Domingo de Ramos

09 de abril

10h Missa com Dom Manoel Delson. A celebração tem início no Pátio da Catedral, para uma pequena procissão com os ramos
Quinta-Feira Santa

13 de abril

8h30 Missa dos Santos Óleos (Com todo o Clero da Diocese)
17h Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés
19:30 – 22h Vigília Eucarística
Sexta-Feira Santa

14 de abril

11h Via-Sacra
12h Ofício da Agonia de Jesus
15h Celebração da Paixão do Senhor (Morte de Cruz)
Sábado de Aleluia

15 de abril

20h Missa de Aleluia seguida da Vigília Pascal
Domingo de Páscoa

27 de março

10h, 17h

e 19h30

Missa de Páscoa, a festa da Ressurreição

 

A Igreja Católica prepara-se para viver a semana mais importante dentro do seu calendário Litúrgico. A Semana Santa marca os principais acontecimentos da vida de Jesus e que são celebrados até hoje dentro da tradição da Igreja. De Domingo de Ramos ao Domingo de Páscoa, todas as Paróquias realizam as celebrações próprias deste tempo. Dom Manoel Delson, Administrador Diocesano, preside as celebrações na Catedral de Nossa Senhora da Conceição.
No dia 09 de abril é celebrado o Domingo de Ramos, abrindo a Semana Santa. As paróquias realizam a Caminhada de Ramos, relembrando o dia que Jesus voltou à Jerusalém e foi recebido por uma multidão. Na Catedral, o momento é vivido com uma pequena procissão, que sai da Praça para o interior da Catedral, onde acontece a missa às 10h. Neste dia também acontece a Coleta Solidária da Campanha da Fraternidade. O dinheiro arrecadado será usado nas ações, por todo Brasil, que englobam o tema da CF deste ano, que é “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida”, e o lema “Cultivar e guardar a criação” (Gn 2.15).
Na Quinta-feira Santa, dia 13 às 8h30, todo o Clero se reúne diante do Bispo na Catedral para a Missa dos Santos Óleos, onde acontece a renovação dos votos sacerdotais e a bênção dos óleos sacramentais. Na parte da tarde, às 17h, é celebrada a Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés, lembrando a instituição da Eucaristia e o gesto de humildade de Jesus, que lavou os pés de seus discípulos ensinando-os a serem sempre humildes servidores.
Na Sexta-Feira Santa, dia 14, acontece a Celebração da Paixão, às 15h, e a Procissão do Senhor Morto, que leva a imagem de Jesus pelas ruas da cidade, lembrando o sacrifício da morte de cruz.
No Sábado de Aleluia, dia 15, Dom Delson preside a celebração às 20h, quando acontece a Bênção do Fogo e a Vigília Pascal. Uma noite cheia de simbolismo, que traz a luz e a água do batismo, sinais fortes da fé católica. Aos que forem à Catedral nesta noite, é pedido que levem uma vela para o momento da vigília.
O Domingo de Páscoa é o dia da grande festa da Ressurreição. “A Igreja celebra neste dia santo o mistério central da vida cristã: a vitória da graça sobre o pecado e a inauguração de um novo tempo de graça e santidade, de vida plena e eterna. Tempo de esperança e de paz no Senhor Ressuscitado”, explica Dom Manoel Delson, que preside celebração na Catedral às 10h. No mesmo dia também acontecem missas às 17h e às 19h30.

 

Domingo de Ramos

09 de abril

10h Missa com Dom Manoel Delson. A celebração tem início no Pátio da Catedral, para uma pequena procissão com os ramos
Quinta-Feira Santa

13 de abril

8h30 Missa dos Santos Óleos (Com todo o Clero da Diocese)
17h Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés
19:30 – 22h Vigília Eucarística
Sexta-Feira Santa

14 de abril

11h Via-Sacra
12h Ofício da Agonia de Jesus
15h Celebração da Paixão do Senhor (Morte de Cruz)
Sábado de Aleluia

15 de abril

20h Missa de Aleluia seguida da Vigília Pascal
Domingo de Páscoa

27 de março

10h, 17h

e 19h30

Missa de Páscoa, a festa da Ressurreição