Stiupb exige renúncia do Senador Cássio Cunha Lima

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba.

N O T A

Os trabalhadores da Cagepa, através do seu Sindicato, vem mostrar o repúdio e a indignação de todos os trabalhadores, representados por esta Entidade de Classe, pelas últimas notícias que foram veiculadas pelo STF, autorizadas pelo Ministro Edson Fachin, onde o ex-presidente do grupo Odebrecht Ambiental, Fernando Luiz Ayres da Cunha Santos Reis, afirmou categoricamente que o Senador Cássio Cunha Lima, havia formalizado uma troca, em benefício próprio, de receber R$ 800 mil (oitocentos mil reais) em detrimento de ceder a CAGEPA, pela modalidade Parceria Público Privado, para o domínio do Grupo Odebrecht Ambiental.
Conforme depoimento, o valor foi pago, em duas parcelas, de forma que a promessa do Senador Cássio Cunha Lima era a entrega da CAGEPA ao Grupo Odebrecht.
Os Trabalhadores da CAGEPA, sentem-se traídos e vítimas de uma atitude que entendem ilícita e irresponsável do Senador Cássio Cunha Lima, que assumiu o compromisso, com a Odebrecht, de privatizar a CAGEPA, entregando-a à Odebrecht que de forma pública, se constitui como uma das maiores corruptoras deste País.
Imbuído no espírito cívico e no sentimento de decepção, o Sindicato, vem de público, exigir ao Senador Cassio Rodrigues da Cunha Lima, a Renúncia do Cargo de Senador da República pelo Estado da Paraíba.
O mandato de Senador da República pelo Estado da Paraíba, não deve ser exercido por quem utiliza o cargo para uso de caixa dois, e se beneficiar com valores ilícitos, frutos de corrupção.
O mandato de Senador da República foi outorgado pelo povo, para que, em Brasília, possa defender os interesses maiores da sociedade.
O Senador Cássio Cunha Lima, com a referida prática, deixa claro que não representa o Povo Brasileiro, tampouco o Estado da Paraíba, e muito menos os interesses do Povo Paraibano, que expressou o voto em favor do parlamentar, com a esperança de uma representação independente e voltada ao compromisso com os interesses da Nação.
O Senador não representa o Povo Paraibano.
É por essas e outras que, no próximo dia 28, a categoria estará em Greve Geral, em defesa dos interesses da classe trabalhadora e contra a reforma da Previdência e trabalhista.
Diante do exposto, o Stiupb reivindica que o Senador apresente sua renúncia. É o que o Povo da Paraíba exige!

Wilton Maia Velez
Presidente

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas da Paraíba.

N O T A

Os trabalhadores da Cagepa, através do seu Sindicato, vem mostrar o repúdio e a indignação de todos os trabalhadores, representados por esta Entidade de Classe, pelas últimas notícias que foram veiculadas pelo STF, autorizadas pelo Ministro Edson Fachin, onde o ex-presidente do grupo Odebrecht Ambiental, Fernando Luiz Ayres da Cunha Santos Reis, afirmou categoricamente que o Senador Cássio Cunha Lima, havia formalizado uma troca, em benefício próprio, de receber R$ 800 mil (oitocentos mil reais) em detrimento de ceder a CAGEPA, pela modalidade Parceria Público Privado, para o domínio do Grupo Odebrecht Ambiental.
Conforme depoimento, o valor foi pago, em duas parcelas, de forma que a promessa do Senador Cássio Cunha Lima era a entrega da CAGEPA ao Grupo Odebrecht.
Os Trabalhadores da CAGEPA, sentem-se traídos e vítimas de uma atitude que entendem ilícita e irresponsável do Senador Cássio Cunha Lima, que assumiu o compromisso, com a Odebrecht, de privatizar a CAGEPA, entregando-a à Odebrecht que de forma pública, se constitui como uma das maiores corruptoras deste País.
Imbuído no espírito cívico e no sentimento de decepção, o Sindicato, vem de público, exigir ao Senador Cassio Rodrigues da Cunha Lima, a Renúncia do Cargo de Senador da República pelo Estado da Paraíba.
O mandato de Senador da República pelo Estado da Paraíba, não deve ser exercido por quem utiliza o cargo para uso de caixa dois, e se beneficiar com valores ilícitos, frutos de corrupção.
O mandato de Senador da República foi outorgado pelo povo, para que, em Brasília, possa defender os interesses maiores da sociedade.
O Senador Cássio Cunha Lima, com a referida prática, deixa claro que não representa o Povo Brasileiro, tampouco o Estado da Paraíba, e muito menos os interesses do Povo Paraibano, que expressou o voto em favor do parlamentar, com a esperança de uma representação independente e voltada ao compromisso com os interesses da Nação.
O Senador não representa o Povo Paraibano.
É por essas e outras que, no próximo dia 28, a categoria estará em Greve Geral, em defesa dos interesses da classe trabalhadora e contra a reforma da Previdência e trabalhista.
Diante do exposto, o Stiupb reivindica que o Senador apresente sua renúncia. É o que o Povo da Paraíba exige!

Wilton Maia Velez
Presidente