Políticos lamentam morte de Jota Júnior e CG decreta luto de três dias

Políticos da Paraíba lamentaram, nesta segunda-feira (24), a morte do apresentador de televisão e ex-prefeito de Bayeux Jota Júnior, ocorrida durante a madrugada, em Belo Horizonte, Minas Gerais.
“Meus pêsames à família, amigos e à comunidade de Bayeux. Jota Júnior deixa um grande vazio na vida pública da Paraíba”, destacou o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, lembrando que Jota era natural de Campina Grande. Por decreto, Romero estabeleceu luto oficial de três dias na cidade.
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, também lamentou a morte de Jota Júnior. Ele destacou os serviços prestados por Jota em veículos de comunicação na Paraíba e no Ceará. “Meus profundos sentimentos e minha solidariedade à família, aos admiradores e aos amigos desse mestre da comunicação que parte hoje deixando uma lacuna nos nossos corações e nos programas radiofônicos e televisivos da Paraíba”, escreveu Cartaxo, em uma rede social.
A Câmara Municipal de João Pessoa também divulgou nota expressando pesar pela morte de Jota Júnior.
O presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, externou pesar pelo falecimento do comunicador. “Perdemos um grande profissional, que durante anos entrou nos lares paraibanos levando informação com sua alegria e seu jeito peculiar de fazer televisão. Jota ainda tinha muito a contribuir com a imprensa paraibana quando foi afastado pela doença e agora nos deixa de forma precoce. Nossa solidariedade à família”.
Para o deputado federal Benjamin Maranhão (SD-PB), Jota parte deixando muitas lições de amor, amizade, profissionalismo, ética e humanidade. “Lamentamos muito a morte de Jota Júnior que se foi de uma forma precoce. A Paraíba perde um dos seus maiores comunicadores”, disse.
Portalcorreio

Políticos da Paraíba lamentaram, nesta segunda-feira (24), a morte do apresentador de televisão e ex-prefeito de Bayeux Jota Júnior, ocorrida durante a madrugada, em Belo Horizonte, Minas Gerais.
“Meus pêsames à família, amigos e à comunidade de Bayeux. Jota Júnior deixa um grande vazio na vida pública da Paraíba”, destacou o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, lembrando que Jota era natural de Campina Grande. Por decreto, Romero estabeleceu luto oficial de três dias na cidade.
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, também lamentou a morte de Jota Júnior. Ele destacou os serviços prestados por Jota em veículos de comunicação na Paraíba e no Ceará. “Meus profundos sentimentos e minha solidariedade à família, aos admiradores e aos amigos desse mestre da comunicação que parte hoje deixando uma lacuna nos nossos corações e nos programas radiofônicos e televisivos da Paraíba”, escreveu Cartaxo, em uma rede social.
A Câmara Municipal de João Pessoa também divulgou nota expressando pesar pela morte de Jota Júnior.
O presidente estadual do PSDB, Ruy Carneiro, externou pesar pelo falecimento do comunicador. “Perdemos um grande profissional, que durante anos entrou nos lares paraibanos levando informação com sua alegria e seu jeito peculiar de fazer televisão. Jota ainda tinha muito a contribuir com a imprensa paraibana quando foi afastado pela doença e agora nos deixa de forma precoce. Nossa solidariedade à família”.
Para o deputado federal Benjamin Maranhão (SD-PB), Jota parte deixando muitas lições de amor, amizade, profissionalismo, ética e humanidade. “Lamentamos muito a morte de Jota Júnior que se foi de uma forma precoce. A Paraíba perde um dos seus maiores comunicadores”, disse.
Portalcorreio