Indústria de Tintas Bella será a primeira a se instalar no Complexo Aluízio Campos

bellaA Indústria Tintas Bella, especializada na produção de tintas será a primeira fábrica a se instalar no Complexo Aluízio Campos. O lançamento da pedra fundamental da empresa aconteceu nesta segunda-feira, dia 24, reunindo lideranças empresariais, vereadores, jornalistas, o empresário e diretor da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Renato Castro Lago, além do prefeito Romero Rodrigues, e secretários municipais.
A nova fábrica representará um investimento de R$ 5 milhões. O funcionamento começará no próximo mês de setembro, empregando, inicialmente, 50 trabalhadores.
A Tintas Bella pertence ao mesmo grupo empresarial das Tintas Lux, e darão início a uma nova fase no progresso econômico local, pois é a primeira empresa a se instalar no Complexo Aluízio Campos, espaço que representa a nova fronteira de desenvolvimento de Campina Grande.
O empresário Renato Lago, que é natural de Campina Grande falou da satisfação de ser pioneiro na instalação de uma indústria no Complexo Aluízio Campos. “Como campinense, poder me consagrar como o primeiro empresário a fincar o nosso empreendimento no Aluízio Campos é um momento ímpar, de contagiante alegria, pois isto vai representar um incentivo para que outros grupos sigam o mesmo destino, contribuindo para a construção de um novo tempo de prosperidade em Campina Grande”, afirmou, garantindo que o futuro complexo será a “redenção econômica da cidade”.
Renato Lago ainda se comprometeu em implantar no Aluízio Campos a empresa Plastman, especializada no ramo de plásticos, que hoje está situada no Complexo Wallig, mas precisa de uma nova área para poder se expandir.
Durante o lançamento da Pedra Fundamental da indústria Tintas Bella, o prefeito Romero Rodrigues informou que muitas outras empresas já anunciaram investimentos no Aluízio Campos, sendo este o caso da empresa da área de confecções Pena Forte, liderada pelo empresário Raimundo Pena Forte.
A nova indústria, que trabalha com a marca Mioche, pretende iniciar a construção dos seus galpões ainda este ano, num investimento de R$ 2 milhões. Este futuro empreendimento vai gerar cerca de 130 a 150 empregos diretos.
Fonte/Fotos: Codecom (PMCG)

bellaA Indústria Tintas Bella, especializada na produção de tintas será a primeira fábrica a se instalar no Complexo Aluízio Campos. O lançamento da pedra fundamental da empresa aconteceu nesta segunda-feira, dia 24, reunindo lideranças empresariais, vereadores, jornalistas, o empresário e diretor da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP), Renato Castro Lago, além do prefeito Romero Rodrigues, e secretários municipais.
A nova fábrica representará um investimento de R$ 5 milhões. O funcionamento começará no próximo mês de setembro, empregando, inicialmente, 50 trabalhadores.
A Tintas Bella pertence ao mesmo grupo empresarial das Tintas Lux, e darão início a uma nova fase no progresso econômico local, pois é a primeira empresa a se instalar no Complexo Aluízio Campos, espaço que representa a nova fronteira de desenvolvimento de Campina Grande.
O empresário Renato Lago, que é natural de Campina Grande falou da satisfação de ser pioneiro na instalação de uma indústria no Complexo Aluízio Campos. “Como campinense, poder me consagrar como o primeiro empresário a fincar o nosso empreendimento no Aluízio Campos é um momento ímpar, de contagiante alegria, pois isto vai representar um incentivo para que outros grupos sigam o mesmo destino, contribuindo para a construção de um novo tempo de prosperidade em Campina Grande”, afirmou, garantindo que o futuro complexo será a “redenção econômica da cidade”.
Renato Lago ainda se comprometeu em implantar no Aluízio Campos a empresa Plastman, especializada no ramo de plásticos, que hoje está situada no Complexo Wallig, mas precisa de uma nova área para poder se expandir.
Durante o lançamento da Pedra Fundamental da indústria Tintas Bella, o prefeito Romero Rodrigues informou que muitas outras empresas já anunciaram investimentos no Aluízio Campos, sendo este o caso da empresa da área de confecções Pena Forte, liderada pelo empresário Raimundo Pena Forte.
A nova indústria, que trabalha com a marca Mioche, pretende iniciar a construção dos seus galpões ainda este ano, num investimento de R$ 2 milhões. Este futuro empreendimento vai gerar cerca de 130 a 150 empregos diretos.
Fonte/Fotos: Codecom (PMCG)