Polícia prende morador de condomínio de luxo suspeito de roubar cozinheira em Jundiaí

Um homem de 36 anos, morador de um condomínio de classe média em uma região valorizada de Jundiaí (SP), foi preso preventivamente por roubar a bolsa de uma cozinheira. De acordo com a Polícia Civil, ele foi identificado a partir de câmeras de segurança que registraram a ação.
O crime aconteceu na semana passada, no Centro da cidade, durante a madrugada. A vítima, uma auxiliar de cozinha, estava a caminho do trabalho quando foi atacada por Jeferson Beltrame da Costa, que levou uma bolsa com R$ 13 dentro.
A imagem mostra quando a mulher tenta escapar do roubo e o homem a ataca quando ela está de costas. Durante a agressão, ele derruba a vítima no chão e puxa a bolsa várias vezes, mesmo com a vítima resistindo.
Em seguida, ele a ameaça, pega a bolsa e entra no carro. A vítima pega alguns objetos que estavam no chão e fica na calçada. Ainda segundo a polícia, o suspeito, que mora com a mãe em um condomínio e já tem passagem por furto, foi identificado com a ajuda das câmeras de segurança da cidade.
Jeferson foi levado para a cadeia e, se for condenado pela pena máxima de roubo, pode pegar até 10 anos de prisão. A polícia investiga se há outras vítimas.
G1

Um homem de 36 anos, morador de um condomínio de classe média em uma região valorizada de Jundiaí (SP), foi preso preventivamente por roubar a bolsa de uma cozinheira. De acordo com a Polícia Civil, ele foi identificado a partir de câmeras de segurança que registraram a ação.
O crime aconteceu na semana passada, no Centro da cidade, durante a madrugada. A vítima, uma auxiliar de cozinha, estava a caminho do trabalho quando foi atacada por Jeferson Beltrame da Costa, que levou uma bolsa com R$ 13 dentro.
A imagem mostra quando a mulher tenta escapar do roubo e o homem a ataca quando ela está de costas. Durante a agressão, ele derruba a vítima no chão e puxa a bolsa várias vezes, mesmo com a vítima resistindo.
Em seguida, ele a ameaça, pega a bolsa e entra no carro. A vítima pega alguns objetos que estavam no chão e fica na calçada. Ainda segundo a polícia, o suspeito, que mora com a mãe em um condomínio e já tem passagem por furto, foi identificado com a ajuda das câmeras de segurança da cidade.
Jeferson foi levado para a cadeia e, se for condenado pela pena máxima de roubo, pode pegar até 10 anos de prisão. A polícia investiga se há outras vítimas.
G1