Wilton Maia denuncia que gestão Romero abandonou projeto de requalificação da Feira

feiraAtravés das redes sociais, o suplente de vereador pelo PTN, Wilton Maia Velez, está fazendo uma série de cobranças à Prefeitura de Campina Grande para que cumpra promessas de campanhas, algumas delas de longo alcance social, a exemplo da tão propalada e esperada revitalização da Feira Central.
Conforme Wilton, o Projeto de Requalificação da Feira Central de Campina Grande foi apresentado à população em 2013 “e até hoje o Prefeito de Romero Rodrigues não diz o que fez com o projeto que foi investido muito dinheiro público e pouco controle social”.
O Projeto Executivo da 1ª Etapa da Requalificação da Feira Central e do Mercado Público de Campina Grande foi enviado para o IPHAEP e protocolado na Caixa Econômica Federal no dia 17/10/2013, lembrou Wilton, que também é presidente do Sindicato dos Urbanitários.
Na sua postagem, Wilton Maia lembrou que naquele mesmo ano de 2013, foi apresentada uma maquete eletrônica sobre como ficaria a Feira Central campinense, bem como o devido protocolamento do projeto da primeira etapa junto à Caixa Econômica Federal.
feira2Ainda por intermédio da Internet, Wilton Maia destacou que a Prefeitura, em 2013, massificou amplamente que mais de 50 pessoas se envolveram no projeto de requalificação da Feira: servidores da Seplan, arquitetos, engenheiros, designers, desenhistas e estagiários contratados especificamente para este fim, além de técnicos de outros órgãos do governo municipal, parceiros da UFCG, UFPE, UFPB, IPHAN e IPHAEP e também os próprios feirantes, através da AFEMEC, que foram ouvidos em quatro plenárias, seis reuniões setoriais e que participaram ativamente da Oficina de Projeto Participativo, realizada no interior do Mercado Central entre 31/05 e 02/06 daquele ano.
feira3

E HOJE? – A Feira Central da cidade, na opinião de Wilton, é um exemplo de como os gestores públicos usam de artifícios para enganar a opinião pública: “Fazem maquetes muito bem feitas, realizam reuniões, notadamente às vésperas de períodos eleitorais, mas depois arquivam esses projetos e nada fazem. É uma lástima”, lamentou o suplente de vereador.

feiraAtravés das redes sociais, o suplente de vereador pelo PTN, Wilton Maia Velez, está fazendo uma série de cobranças à Prefeitura de Campina Grande para que cumpra promessas de campanhas, algumas delas de longo alcance social, a exemplo da tão propalada e esperada revitalização da Feira Central.
Conforme Wilton, o Projeto de Requalificação da Feira Central de Campina Grande foi apresentado à população em 2013 “e até hoje o Prefeito de Romero Rodrigues não diz o que fez com o projeto que foi investido muito dinheiro público e pouco controle social”.
O Projeto Executivo da 1ª Etapa da Requalificação da Feira Central e do Mercado Público de Campina Grande foi enviado para o IPHAEP e protocolado na Caixa Econômica Federal no dia 17/10/2013, lembrou Wilton, que também é presidente do Sindicato dos Urbanitários.
Na sua postagem, Wilton Maia lembrou que naquele mesmo ano de 2013, foi apresentada uma maquete eletrônica sobre como ficaria a Feira Central campinense, bem como o devido protocolamento do projeto da primeira etapa junto à Caixa Econômica Federal.
feira2Ainda por intermédio da Internet, Wilton Maia destacou que a Prefeitura, em 2013, massificou amplamente que mais de 50 pessoas se envolveram no projeto de requalificação da Feira: servidores da Seplan, arquitetos, engenheiros, designers, desenhistas e estagiários contratados especificamente para este fim, além de técnicos de outros órgãos do governo municipal, parceiros da UFCG, UFPE, UFPB, IPHAN e IPHAEP e também os próprios feirantes, através da AFEMEC, que foram ouvidos em quatro plenárias, seis reuniões setoriais e que participaram ativamente da Oficina de Projeto Participativo, realizada no interior do Mercado Central entre 31/05 e 02/06 daquele ano.
feira3

E HOJE? – A Feira Central da cidade, na opinião de Wilton, é um exemplo de como os gestores públicos usam de artifícios para enganar a opinião pública: “Fazem maquetes muito bem feitas, realizam reuniões, notadamente às vésperas de períodos eleitorais, mas depois arquivam esses projetos e nada fazem. É uma lástima”, lamentou o suplente de vereador.