Wilton Maia cobra funcionamento da UPA abandonada pelo governo Romero Rodrigues

upaDando continuidade ao direito que tem, como cidadão, de reivindicar e sugerir ações que resultem na melhoria da qualidade de vida dos campinenses, o suplente de vereador pelo Podemos, Wilton Maia Velez, denunciou nas redes sociais que a gestão do prefeito Romero Rodrigues quem não sinaliza para a inauguração da UPA da Dinamérica, cujas obras foram iniciadas na gestão passada, há quase cinco anos, esse abandono tem prejudicando milhares de pessoas moradoras da região.
Nas redes sociais, Wilton lembrou que a Secretaria de Saúde, em junho do ano passado, anunciou que a previsão para a nova UPA entrar em funcionamento seria até dezembro de 2016 , mesmo que seja fosse só com recursos da Prefeitura.
Como morador do bairro do Quarenta há mais de 30 anos, Wilton, que também é presidente do Sindicato dos Urbanitários, tem testemunhado diariamente o sofrimento de pessoas que têm que buscar atendimento na UPA que fica no outro lado da cidade, na saída para Lagoa Seca.
“É lamentável ver que a atual gestão do PSDB não tem compromisso social. O povo fica à reboque de uma única UPA, superlotada e sem estrutura. É o retrato de quem não pensa nos mais pobres, a gestão tucana em Campina”, lamentou o suplente de vereador.

upaDando continuidade ao direito que tem, como cidadão, de reivindicar e sugerir ações que resultem na melhoria da qualidade de vida dos campinenses, o suplente de vereador pelo Podemos, Wilton Maia Velez, denunciou nas redes sociais que a gestão do prefeito Romero Rodrigues quem não sinaliza para a inauguração da UPA da Dinamérica, cujas obras foram iniciadas na gestão passada, há quase cinco anos, esse abandono tem prejudicando milhares de pessoas moradoras da região.
Nas redes sociais, Wilton lembrou que a Secretaria de Saúde, em junho do ano passado, anunciou que a previsão para a nova UPA entrar em funcionamento seria até dezembro de 2016 , mesmo que seja fosse só com recursos da Prefeitura.
Como morador do bairro do Quarenta há mais de 30 anos, Wilton, que também é presidente do Sindicato dos Urbanitários, tem testemunhado diariamente o sofrimento de pessoas que têm que buscar atendimento na UPA que fica no outro lado da cidade, na saída para Lagoa Seca.
“É lamentável ver que a atual gestão do PSDB não tem compromisso social. O povo fica à reboque de uma única UPA, superlotada e sem estrutura. É o retrato de quem não pensa nos mais pobres, a gestão tucana em Campina”, lamentou o suplente de vereador.