Criança morre atingida por galho de árvore ao brincar em praça de Campina Grande

Uma criança de 6 anos morreu após ser atingida por uma árvore que caiu em um a praça em Campina Grande na noite de quarta-feira (10). O acidente aconteceu quando o menino brincava no local, que fica no bairro José Pinheiro, por volta das 21h.
A Polícia Militar passava pelo local quando viu a mãe segurando o menino após o acidente. A criança chegou a ser socorrida e levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
O Instituto de Polícia Científica (IPC) periciou o local na manhã desta quinta-feira (11). A Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) também foi à praça nesta manhã e cortou galhos da árvore que pudessem estar com risco de queda.

Em nota, a prefeitura afirma que a árvore da espécie algaroba, já vinha sendo monitorada pela Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Urbanos (Sesuma), com recomendação técnica da equipe pela remoção dela do local, mas o Ministério Público Estadual tem-se mostrado irredutivelmente contrário à medida.
“A Prefeitura de Campina Grande, ao mesmo tempo em que tenta negociar uma solução junto ao MPE para atuar de forma radical naqueles casos que representam algum tipo de perigo à população, recomenda à comunidade que tente evitar, principalmente em dias de chuvas e de fortes ventos, a proximidade de árvores, principalmente aquelas que foram plantadas há décadas”, diz a nota.

Uma criança de 6 anos morreu após ser atingida por uma árvore que caiu em um a praça em Campina Grande na noite de quarta-feira (10). O acidente aconteceu quando o menino brincava no local, que fica no bairro José Pinheiro, por volta das 21h.
A Polícia Militar passava pelo local quando viu a mãe segurando o menino após o acidente. A criança chegou a ser socorrida e levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
O Instituto de Polícia Científica (IPC) periciou o local na manhã desta quinta-feira (11). A Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) também foi à praça nesta manhã e cortou galhos da árvore que pudessem estar com risco de queda.

Em nota, a prefeitura afirma que a árvore da espécie algaroba, já vinha sendo monitorada pela Secretaria de Meio Ambiente e Serviços Urbanos (Sesuma), com recomendação técnica da equipe pela remoção dela do local, mas o Ministério Público Estadual tem-se mostrado irredutivelmente contrário à medida.
“A Prefeitura de Campina Grande, ao mesmo tempo em que tenta negociar uma solução junto ao MPE para atuar de forma radical naqueles casos que representam algum tipo de perigo à população, recomenda à comunidade que tente evitar, principalmente em dias de chuvas e de fortes ventos, a proximidade de árvores, principalmente aquelas que foram plantadas há décadas”, diz a nota.