Encontro reunirá catadores de materiais recicláveis de Campina Grande, Lagoa Seca e Queimadas

O Centro de Ação Cultural – Centrac, no âmbito do Projeto Cooperar para Melhor Coletar – ações para a melhoria das condições de vida e trabalho dos catadores de materiais recicláveis realizará, em Campina Grande, no dia 12 de maio, das 8h às 14h, na Vila do Artesão, localizada à Avenida Almeida Barreto, S/N, um encontro de avaliação e encerramento do Projeto.

A atividade reunirá 70 pessoas, entre catadores e catadoras de Campina Grande, Lagoa Seca e Queimadas, gestores públicos dos três municípios e representantes do Fórum Estadual de Economia Solidária da Paraíba – FEES/PB e da Rede Lixo e Cidadania da Paraíba – RELICI/PB. O objetivo é promover um momento de reflexão sobre os resultados do projeto, seus avanços e desafios, além de definir a continuidade do trabalho com o fim do projeto.

A programação tem início com a exibição do documentário “Catadores de Dignidade”, que traz uma síntese das ações do Projeto desde o seu início e depoimentos de catadores e catadoras participantes. Será exibido o vídeo “A força do coletivo” produzido pela Secretaria Nacional de Economia Solidária – Senaes que traz uma série de experiências modelo com a temática, entre elas a do “Cooperar para Melhor Coletar”. Os participantes irão se dividir em grupos para avaliar o impacto do trabalho realizado nos municípios e relembrar as principais ações do projeto por meio de fotografias.

O “Cooperar para Melhor Coletar”, foi desenvolvido pelo Centrac, em convênio com o Ministério do Trabalho e Previdência Social – MTPS por meio da Senaes entre os anos de 2013 e 2017 e mobilizou cerca de 700 catadores organizados e individuais, nos três municípios, realizando ciclos de cursos, oficinas e intercâmbios sobre tema como direitos humanos, cooperativismo e associativismo, a legislação municipal e nacional acerca dos resíduos sólidos, entre outros momentos de formação e debate sobre as políticas públicas voltadas para a categoria, bem como a inclusão dos catadores na implantação dos Planos Municipais de Resíduos Sólidos a serem elaborados e implementados pelos municípios.

Programação:
8h – Abertura
8h30 – Apresentação do documentário “Catadores de Dignidade”
8h45 – Debate sobre o vídeo
9h – Trabalho em Grupo – avaliação das ações realizadas nos municípios
10h30 – Intervalo
10h45 – Apresentação do trabalho em grupo
12h – Almoço
13h – Exibição do vídeo “A força do coletivo”
13h30 – Visitando o mural com imagem sobre as vivências
13h40 – Rodada de percepções sobre as fotografias
14h – Avaliação do encontro e encerramento

O Centro de Ação Cultural – Centrac, no âmbito do Projeto Cooperar para Melhor Coletar – ações para a melhoria das condições de vida e trabalho dos catadores de materiais recicláveis realizará, em Campina Grande, no dia 12 de maio, das 8h às 14h, na Vila do Artesão, localizada à Avenida Almeida Barreto, S/N, um encontro de avaliação e encerramento do Projeto.

A atividade reunirá 70 pessoas, entre catadores e catadoras de Campina Grande, Lagoa Seca e Queimadas, gestores públicos dos três municípios e representantes do Fórum Estadual de Economia Solidária da Paraíba – FEES/PB e da Rede Lixo e Cidadania da Paraíba – RELICI/PB. O objetivo é promover um momento de reflexão sobre os resultados do projeto, seus avanços e desafios, além de definir a continuidade do trabalho com o fim do projeto.

A programação tem início com a exibição do documentário “Catadores de Dignidade”, que traz uma síntese das ações do Projeto desde o seu início e depoimentos de catadores e catadoras participantes. Será exibido o vídeo “A força do coletivo” produzido pela Secretaria Nacional de Economia Solidária – Senaes que traz uma série de experiências modelo com a temática, entre elas a do “Cooperar para Melhor Coletar”. Os participantes irão se dividir em grupos para avaliar o impacto do trabalho realizado nos municípios e relembrar as principais ações do projeto por meio de fotografias.

O “Cooperar para Melhor Coletar”, foi desenvolvido pelo Centrac, em convênio com o Ministério do Trabalho e Previdência Social – MTPS por meio da Senaes entre os anos de 2013 e 2017 e mobilizou cerca de 700 catadores organizados e individuais, nos três municípios, realizando ciclos de cursos, oficinas e intercâmbios sobre tema como direitos humanos, cooperativismo e associativismo, a legislação municipal e nacional acerca dos resíduos sólidos, entre outros momentos de formação e debate sobre as políticas públicas voltadas para a categoria, bem como a inclusão dos catadores na implantação dos Planos Municipais de Resíduos Sólidos a serem elaborados e implementados pelos municípios.

Programação:
8h – Abertura
8h30 – Apresentação do documentário “Catadores de Dignidade”
8h45 – Debate sobre o vídeo
9h – Trabalho em Grupo – avaliação das ações realizadas nos municípios
10h30 – Intervalo
10h45 – Apresentação do trabalho em grupo
12h – Almoço
13h – Exibição do vídeo “A força do coletivo”
13h30 – Visitando o mural com imagem sobre as vivências
13h40 – Rodada de percepções sobre as fotografias
14h – Avaliação do encontro e encerramento