Espetáculo “Liberdade, Liberdade” será apresentado neste sábado no Teatro Municipal Severino Cabral

O Teatro Municipal Severino Cabral, em Campina Grande/PB, apresenta, neste sábado (13), o espetáculo “Liberdade, Liberdade”, resultado do Curso de Formação de Atores da Casa de Espetáculos, em 2016, e a Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral.
“Liberdade, Liberdade” é considerada uma obra de destaque que influenciou fortemente a dramaturgia de sua década, cujo método de colagem, comum na Europa e Estados Unidos, foi pioneiro no teatro brasileiro e teve sua estreia em abril de 1965, porém é atual em qualquer época, pois reúne a visão de pensadores de diferentes períodos e contextos, sobre o “direito inalienável”.
O espetáculo foi uma escolha dos alunos e atores para encenar a obra, uma colagem de fragmentos de textos da literatura universal voltados ao tema da liberdade, costurados com músicas da mesma temática e também com uma dosagem de humor.
Em sua dramaturgia foram utilizados textos de Shakespeare, Brecht, Beaumarchais, Voltaire, entre outros, além das adaptações de falas de Abraham Lincoln, Sócrates, Jesus Cristo e diversos autores que permitiram agregar elementos à proposta dos alunos.
“A dedicação e o entusiasmo dos alunos ano passado, nesta estrada árdua que é o fazer teatral, onde só se constrói com a presença, é revigorante, nos faz reiterar a fé no ser humano e que o teatro é transformador e importante para dar ao ‘palco’ a humanidade. É uma encenação tão profunda que devido aos inúmeros apelos de reapresentação decidimos atender ao público”, comentou a diretora do espetáculo Regina Albuquerque.
“Liberdade, Liberdade” tem início previsto para às 18 horas, na Sala Evandro Barros, no Severino Cabral, e os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

O Teatro Municipal Severino Cabral, em Campina Grande/PB, apresenta, neste sábado (13), o espetáculo “Liberdade, Liberdade”, resultado do Curso de Formação de Atores da Casa de Espetáculos, em 2016, e a Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral.
“Liberdade, Liberdade” é considerada uma obra de destaque que influenciou fortemente a dramaturgia de sua década, cujo método de colagem, comum na Europa e Estados Unidos, foi pioneiro no teatro brasileiro e teve sua estreia em abril de 1965, porém é atual em qualquer época, pois reúne a visão de pensadores de diferentes períodos e contextos, sobre o “direito inalienável”.
O espetáculo foi uma escolha dos alunos e atores para encenar a obra, uma colagem de fragmentos de textos da literatura universal voltados ao tema da liberdade, costurados com músicas da mesma temática e também com uma dosagem de humor.
Em sua dramaturgia foram utilizados textos de Shakespeare, Brecht, Beaumarchais, Voltaire, entre outros, além das adaptações de falas de Abraham Lincoln, Sócrates, Jesus Cristo e diversos autores que permitiram agregar elementos à proposta dos alunos.
“A dedicação e o entusiasmo dos alunos ano passado, nesta estrada árdua que é o fazer teatral, onde só se constrói com a presença, é revigorante, nos faz reiterar a fé no ser humano e que o teatro é transformador e importante para dar ao ‘palco’ a humanidade. É uma encenação tão profunda que devido aos inúmeros apelos de reapresentação decidimos atender ao público”, comentou a diretora do espetáculo Regina Albuquerque.
“Liberdade, Liberdade” tem início previsto para às 18 horas, na Sala Evandro Barros, no Severino Cabral, e os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).