RC pede leilão para linha de transmissão que fortalece capacidade de energia da PB

O governador Ricardo Coutinho se reuniu, na tarde desta quinta-feira (11), em Brasília, com o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho.
Na audiência, o chefe do Executivo estadual solicitou um leilão para uma linha de transmissão de energia que vai ligar Milagres, no Ceará, até Campina Grande, na Paraíba, visando fortalecer a capacidade de energia do Estado. Esta grande linha de transmissão representa cerca de R$ 500 milhões de investimento e vai facilitar a distribuição da energia eólica do Estado.
Após a reunião, Ricardo Coutinho comentou sobre a importância desta linha de transmissão de energia para o desenvolvimento do setor eólico e solar.
“Discutimos uma intervenção e reivindicamos um leilão para uma grande linha de transmissão de energia que vai ligar Milagres, no Ceará, até Campina Grande. Essa linha é essencial para escoar a geração de energia eólica que hoje está se concentrando lá em Santa Luzia, no Seridó, saindo até Teixeira. Esta é uma das melhores regiões do Brasil e é a nova fronteira de investimentos para produção da energia eólica e também a energia solar, já que temos uma termo solar se instalando lá em Coremas”, explicou.
De acordo com o governador, todo esse processo de crescimento neste setor só tem capacidade de existir e ser ampliado se houver o escoamento dessa energia.
“Para isso precisamos desta grande linha que representa cerca de R$ 500 milhões de investimento, porém gerando, em dois ou três anos, algo em torno de R$ 10 bilhões, o que é algo extremamente vantajoso e fundamental para o Estado. Além disso, solicitamos ao ministro Fernando Bezerra que começasse a linha de Pau Ferro, em Pernambuco, até Santa Rita para a região metropolitana de João Pessoa e a outra linha é Pau Ferro até Campina Grande. Esta última foi licitada recentemente, ainda está no prazo, mas a primeira era para ter sido iniciada em 2011 e não foi, então é preciso correr com isso para fortalecer a nossa capacidade de energia”, observou.
Ricardo Coutinho afirmou ainda que para um Estado se desenvolver é necessário que tenha três itens essenciais: estrada, energia e água. “Estrada, nós temos as melhores do país, energia estamos em busca e quanto a água estamos conseguindo expandir demais nossa segurança hídrica em todas as regiões. Portanto, podemos dizer que a Paraíba está no melhor dos caminhos”, concluiu.

O governador Ricardo Coutinho se reuniu, na tarde desta quinta-feira (11), em Brasília, com o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho.
Na audiência, o chefe do Executivo estadual solicitou um leilão para uma linha de transmissão de energia que vai ligar Milagres, no Ceará, até Campina Grande, na Paraíba, visando fortalecer a capacidade de energia do Estado. Esta grande linha de transmissão representa cerca de R$ 500 milhões de investimento e vai facilitar a distribuição da energia eólica do Estado.
Após a reunião, Ricardo Coutinho comentou sobre a importância desta linha de transmissão de energia para o desenvolvimento do setor eólico e solar.
“Discutimos uma intervenção e reivindicamos um leilão para uma grande linha de transmissão de energia que vai ligar Milagres, no Ceará, até Campina Grande. Essa linha é essencial para escoar a geração de energia eólica que hoje está se concentrando lá em Santa Luzia, no Seridó, saindo até Teixeira. Esta é uma das melhores regiões do Brasil e é a nova fronteira de investimentos para produção da energia eólica e também a energia solar, já que temos uma termo solar se instalando lá em Coremas”, explicou.
De acordo com o governador, todo esse processo de crescimento neste setor só tem capacidade de existir e ser ampliado se houver o escoamento dessa energia.
“Para isso precisamos desta grande linha que representa cerca de R$ 500 milhões de investimento, porém gerando, em dois ou três anos, algo em torno de R$ 10 bilhões, o que é algo extremamente vantajoso e fundamental para o Estado. Além disso, solicitamos ao ministro Fernando Bezerra que começasse a linha de Pau Ferro, em Pernambuco, até Santa Rita para a região metropolitana de João Pessoa e a outra linha é Pau Ferro até Campina Grande. Esta última foi licitada recentemente, ainda está no prazo, mas a primeira era para ter sido iniciada em 2011 e não foi, então é preciso correr com isso para fortalecer a nossa capacidade de energia”, observou.
Ricardo Coutinho afirmou ainda que para um Estado se desenvolver é necessário que tenha três itens essenciais: estrada, energia e água. “Estrada, nós temos as melhores do país, energia estamos em busca e quanto a água estamos conseguindo expandir demais nossa segurança hídrica em todas as regiões. Portanto, podemos dizer que a Paraíba está no melhor dos caminhos”, concluiu.