Número de adolescentes grávidas cai 17% no Brasil

Entre 2004 e 2015, a quantidade de adolescentes grávidas no Brasil caiu 17%, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (10) pelo Ministério da Saúde. As informações levantadas pelo Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc) apontam uma queda, entre mães de 10 a 19 anos, de 661,2 mil nascidos vivos, em 2004, para 546,5 mil, em 2015. Atualmente, 66% das gravidezes em adolescentes são indesejadas e, para reduzir esses casos, o Ministério da Saúde investe em políticas de educação em saúde e em ações para o planejamento reprodutivo.
http://www.brasil.gov.br/saude/2017/05/numero-de-adolescentes-gravidas-cai-17-no-brasil

Entre 2004 e 2015, a quantidade de adolescentes grávidas no Brasil caiu 17%, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (10) pelo Ministério da Saúde. As informações levantadas pelo Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc) apontam uma queda, entre mães de 10 a 19 anos, de 661,2 mil nascidos vivos, em 2004, para 546,5 mil, em 2015. Atualmente, 66% das gravidezes em adolescentes são indesejadas e, para reduzir esses casos, o Ministério da Saúde investe em políticas de educação em saúde e em ações para o planejamento reprodutivo.
http://www.brasil.gov.br/saude/2017/05/numero-de-adolescentes-gravidas-cai-17-no-brasil