CPI da Telefonia recebe prestação de contas da Operadora Oi

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) recebeu, nesta segunda-feira (22), um relatório dos investimentos feitos pela Operadora Oi no estado, em cumprimento ao Termo de Compromisso firmado com a CPI em agosto do ano passado. Participaram da Sessão Pública, os deputados João Gonçalves, Janduhy Carneiro e João Bosco Carneiro.

O deputado João Bosco Carneiro, relator da CPI, se disse satisfeito com os resultados apresentados pela Operadora Oi. “Ao todo, foram investidos em torno de R$ 33 milhões, com melhorias em várias cidades paraibanas. Municípios que tinham tecnologia 2 G, por exemplo, passaram a ter 3 G”, afirmou.

João Bosco Carneiro destacou, ainda, a ampliação de telefones públicos em 21 localidades. “Além disso, todas as escolas públicas da zona urbana têm à disposição internet banda larga colocada pela empresa, em mais de 1.700 escolas, o que será verificado pelos integrantes desta CPI”, frisou.

Já o deputado Janduhy Carneiro também ressaltou que, além da documentação dos investimentos feitos pela empresa, é necessário que os parlamentares verifiquem, principalmente nas escolas, se o Termo de Compromisso foi cumprido. “São documentos importantes, como notas fiscais e fotografias, mas cabe aos integrantes da CPI, com os moradores das mencionadas localidades, verificar se as informações prestadas se confirmam”, acrescentou.

O diretor de Relações Institucionais da Operadora Oi, Marcelo Siqueira, pontuou que o prazo para o cumprimento do acordo firmado com a CPI da Telefonia Móvel da ALPB foi antecipado. “O prazo era até julho de 2017. Podemos dizer que antecipamos em pelo menos três meses, com ampliação de toda a infra estrutura tecnológica de rede, para atender à telefonia 3G, 4G e banda larga na telefonia fixa, entre outros investimentos”, explicou.

Marcelo Siqueira parabenizou, ainda, o trabalho da CPI da Telefonia Móvel. “A CPI fez com que as operadoras antecipassem os investimentos no estado. No caso da OI, tínhamos que investir até 2018, e antecipamos esses investimentos para o primeiro semestre deste ano, com a ampliação de outros serviços em localidades que não estavam em nosso planejamento”, destacou.

Investimentos – De acordo com o relatório apresentado pela Operadora Oi, entre os principais investimentos estão:

– ampliação dos serviços 2G;
– ampliação dos serviços 3G;
– implantação de novas torres 4G;
– ampliação de toda a base de transmissão de dados;
– ampliação de 4G para Campina Grande, Cabedelo, João Pessoa e Santa Rita;
– ampliação em 254 torres 3G;
– ampliação de 171 equipamentos;
– ampliação de telefones públicos em 21 localidades;
– maior disponibilidade de banda larga fixa, incluindo o interior do estado;
– 390 sites de rede móvel que entraram em ativação.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) recebeu, nesta segunda-feira (22), um relatório dos investimentos feitos pela Operadora Oi no estado, em cumprimento ao Termo de Compromisso firmado com a CPI em agosto do ano passado. Participaram da Sessão Pública, os deputados João Gonçalves, Janduhy Carneiro e João Bosco Carneiro.

O deputado João Bosco Carneiro, relator da CPI, se disse satisfeito com os resultados apresentados pela Operadora Oi. “Ao todo, foram investidos em torno de R$ 33 milhões, com melhorias em várias cidades paraibanas. Municípios que tinham tecnologia 2 G, por exemplo, passaram a ter 3 G”, afirmou.

João Bosco Carneiro destacou, ainda, a ampliação de telefones públicos em 21 localidades. “Além disso, todas as escolas públicas da zona urbana têm à disposição internet banda larga colocada pela empresa, em mais de 1.700 escolas, o que será verificado pelos integrantes desta CPI”, frisou.

Já o deputado Janduhy Carneiro também ressaltou que, além da documentação dos investimentos feitos pela empresa, é necessário que os parlamentares verifiquem, principalmente nas escolas, se o Termo de Compromisso foi cumprido. “São documentos importantes, como notas fiscais e fotografias, mas cabe aos integrantes da CPI, com os moradores das mencionadas localidades, verificar se as informações prestadas se confirmam”, acrescentou.

O diretor de Relações Institucionais da Operadora Oi, Marcelo Siqueira, pontuou que o prazo para o cumprimento do acordo firmado com a CPI da Telefonia Móvel da ALPB foi antecipado. “O prazo era até julho de 2017. Podemos dizer que antecipamos em pelo menos três meses, com ampliação de toda a infra estrutura tecnológica de rede, para atender à telefonia 3G, 4G e banda larga na telefonia fixa, entre outros investimentos”, explicou.

Marcelo Siqueira parabenizou, ainda, o trabalho da CPI da Telefonia Móvel. “A CPI fez com que as operadoras antecipassem os investimentos no estado. No caso da OI, tínhamos que investir até 2018, e antecipamos esses investimentos para o primeiro semestre deste ano, com a ampliação de outros serviços em localidades que não estavam em nosso planejamento”, destacou.

Investimentos – De acordo com o relatório apresentado pela Operadora Oi, entre os principais investimentos estão:

– ampliação dos serviços 2G;
– ampliação dos serviços 3G;
– implantação de novas torres 4G;
– ampliação de toda a base de transmissão de dados;
– ampliação de 4G para Campina Grande, Cabedelo, João Pessoa e Santa Rita;
– ampliação em 254 torres 3G;
– ampliação de 171 equipamentos;
– ampliação de telefones públicos em 21 localidades;
– maior disponibilidade de banda larga fixa, incluindo o interior do estado;
– 390 sites de rede móvel que entraram em ativação.