CPI da Telefonia recebe prestação de contas da Operadora Claro

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) recebeu, nesta quinta-feira (25), um relatório com a prestação de contas dos investimentos realizados pela Operadora Claro na Paraíba, resultante do Termo de Compromisso firmado com a CPI em 2015. A Sessão Pública contou com a participação dos deputados João Gonçalves, Camila Toscano e João Bosco Carneiro Júnior.

Durante a reunião, o presidente da Comissão, deputado João Gonçalves, avaliou o trabalho da CPI. “Desde a instalação da Comissão nós cobramos investimentos às operadoras de telefonia móvel. Hoje, todas as quatro operadoras que atuam no estado estão realizando e aplicando investimentos em suas estruturas, que totalizam mais de R$ 235 milhões”, ressaltou.

A vice-presidente da CPI, deputada Camila Toscano, se mostrou satisfeita com os resultados alcançados durante as reuniões. “A CPI está trazendo melhorias para a nossa Paraíba, a Claro nos apresentou investimentos, há aumento do número de municípios contemplados, e isto mostra de fato que a Claro entendeu o propósito dessa CPI. A nossa Paraíba merece esse respeito, o respeito ao povo da Paraíba”, disse.

De acordo com o Diretor Regional da Operadora Claro, André Peixoto, o ponto forte da CPI da Telefonia foi mostrar às operadoras uma opção cirúrgica para investir em regiões mais necessitadas dos serviços. “Foram melhorias definidas com o Termo de Compromisso. Nós melhoramos a tecnologia. Inicialmente o nosso compromisso era de onze cidade, e aumentamos para 18 cidades, ou seja, trazendo cobertura que era 2G para 3G e 4G em várias cidades do interior do Estado. Isto consumiu investimentos de R$ 10 milhões de um total previsto para esse ano de R$ 36 milhões”, comentou.

Na nova formatação de investimentos em andamento, a Operadora Claro está ofertando e ampliando as tecnologias 3G e 4G nas cidades de Bayeux, Cabedelo, Cajazeiras, Esperança, Monteiro, Pombal, Queimadas, São Bento, Sapé, Sobrado, Sousa, Alagoa Grande, Guarabira, João Pessoa, Mamanguape, Marcação, Rio Tinto, e Sumé, totalizando 76 ações de melhorias.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Telefonia Móvel da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) recebeu, nesta quinta-feira (25), um relatório com a prestação de contas dos investimentos realizados pela Operadora Claro na Paraíba, resultante do Termo de Compromisso firmado com a CPI em 2015. A Sessão Pública contou com a participação dos deputados João Gonçalves, Camila Toscano e João Bosco Carneiro Júnior.

Durante a reunião, o presidente da Comissão, deputado João Gonçalves, avaliou o trabalho da CPI. “Desde a instalação da Comissão nós cobramos investimentos às operadoras de telefonia móvel. Hoje, todas as quatro operadoras que atuam no estado estão realizando e aplicando investimentos em suas estruturas, que totalizam mais de R$ 235 milhões”, ressaltou.

A vice-presidente da CPI, deputada Camila Toscano, se mostrou satisfeita com os resultados alcançados durante as reuniões. “A CPI está trazendo melhorias para a nossa Paraíba, a Claro nos apresentou investimentos, há aumento do número de municípios contemplados, e isto mostra de fato que a Claro entendeu o propósito dessa CPI. A nossa Paraíba merece esse respeito, o respeito ao povo da Paraíba”, disse.

De acordo com o Diretor Regional da Operadora Claro, André Peixoto, o ponto forte da CPI da Telefonia foi mostrar às operadoras uma opção cirúrgica para investir em regiões mais necessitadas dos serviços. “Foram melhorias definidas com o Termo de Compromisso. Nós melhoramos a tecnologia. Inicialmente o nosso compromisso era de onze cidade, e aumentamos para 18 cidades, ou seja, trazendo cobertura que era 2G para 3G e 4G em várias cidades do interior do Estado. Isto consumiu investimentos de R$ 10 milhões de um total previsto para esse ano de R$ 36 milhões”, comentou.

Na nova formatação de investimentos em andamento, a Operadora Claro está ofertando e ampliando as tecnologias 3G e 4G nas cidades de Bayeux, Cabedelo, Cajazeiras, Esperança, Monteiro, Pombal, Queimadas, São Bento, Sapé, Sobrado, Sousa, Alagoa Grande, Guarabira, João Pessoa, Mamanguape, Marcação, Rio Tinto, e Sumé, totalizando 76 ações de melhorias.