Belo e raposa vencem, Sousa empata fora; veja a situação de cada time

Se a semana foi de desconfiança para Belo e Raposa durante, os jogos deste domingo (28) trouxeram alívio para os jogadores e direção. Campinense e Botafogo venceram a primeira nas competições nacionais e respiraram na tabela. Já o Sousa segue em lua-de-mel com a torcida, e após vencer a primeira partida dentro de seus domínios, foi até a Bahia e arrancou um empate contra o Juazeirense (BA).

Botafogo vence e torcidas brigam

Na partida do Botafogo contra o CSA, infelizmente o futebol ficou em segundo plano. Após uma medida judicial do Ministério Público que impedia a torcida ‘Mancha Azul’, do CSA, de entrar no estádio Almeidão, os ânimos para a partida se exaltaram. E o resultado não poderia ter sido outro: confusão dentro e fora do estádio. Cinco ônibus com torcedores do time alagoano foram parados ainda na BR-230, o que atrasou a chegada deles ao campo de jogo. Porém, quando os ônibus chegaram às imediações do Almeidão, foram recebidos por uma chuva de pedras, e o revide, foi evidente. Dentro do estádio o clima tenso e de muitas provocações era claro, e após o apito final, a confusão continuou fora das dependências do estádio.

Já dentro de campo, o Botafogo foi dominante durante os 90 minutos de jogo e cirúrgico para matar a partida com dois gols do atacante recém contratado, Dico. O avançado marcou aos 3 minutos e aos 23 minutos do segundo tempo garantindo a vitória do Belo. Com os três pontos somados, o Botafogo subiu para 5ª colocação no grupo A da série C, e está a apenas dois pontos da zona de classificação para a próxima fase. Agora, o foco do time de João Pessoa volta-se para o Salgueiro (PE). A equipe pernambucana vem de derrota dentro de casa para o Fortaleza e quer se reabilitar diante do Belo no próximo domingo (4). Já o Botafogo conta novamente com o apoio da torcida e a volta da confiança no time, para lotar o Almeidão e empurrar o Belo para mais uma vitória.

Campinense joga mal, mas vence

Depois de protagonizar uma das maiores vergonhas do futebol paraibano nos últimos tempos ao perder de virada para o recém profissionalizado Atlético (PE), o Campinense começou a buscar sua reabilitação vencendo o Itabaiana (SE) neste domingo (28), no estádio Amigão, em Campina Grande. Com um gol do atacante Silas, a raposa respirou na tabela, mas a torcida segue na bronca com os jogadores e diretoria. A partida foi sem lances de grande inspiração e marcada por uma boa atuação do goleiro Glédson, que após ter sido bastante questionado no último jogo do Campinense, conseguiu barrar a pressão do Itabaiana (SE) e evitar um empate que teria gosto de derrota para os poucos torcedores que presenciaram a partida no estádio Amigão. Na saída do campo, a torcida rubro-negra não deixou de pegar no pé dos atletas e cobrar mais raça dentro das quatro linhas. Com a vitória, a equipe raposeira chegou à 3ª colocação do grupo A8 da competição nacional empatado com Atlético (PE) e Fluminense (BA), mas pode subir para segunda colocação sem precisar entrar em campo, se o Atlético (PE) perder por mais de um gol de diferença diante do Fluminense (BA), nesta quarta-feira (31).

O próximo compromisso da Raposa é contra o Fluminense (BA) no próximo domingo (4), no estádio Jóia da Princesa (BA). A torcida quer mais uma vitória para anular a vergonha da primeira rodada e encaminhar a classificação campinense.

Sousa na liderança

O dinossauro do sertão vive mesmo uma boa fase. Após vencer a primeira partida em casa com autoridade diante do Central (PE), o Sousa viajou à Bahia para enfrentar o Juazeirense (BA), que vinha de vitória fora de casa contra o Coruripe (AL). Mas a equipe do sertão paraibano não deu a mínima para o favoritismo do time baiano e fez um jogo de igual para igual. Com uma defesa sólida liderada pela dupla de zaga Eduardo e Renan, o Sousa segurou as investidas juazeirenses e colocou um ponto na bagagem de volta à João Pessoa. Com o empate, o Dino assume a ponta do grupo A7 da Série D, com o mesmo número de pontos do Juazeirense (BA), mas leva vantagem no saldo de gols. Agora, as atenções sousenses se voltam para o Coruripe (AL), no próximo domingo (4), no estádio Marizão, em Sousa.
Correio da Paraiba

Se a semana foi de desconfiança para Belo e Raposa durante, os jogos deste domingo (28) trouxeram alívio para os jogadores e direção. Campinense e Botafogo venceram a primeira nas competições nacionais e respiraram na tabela. Já o Sousa segue em lua-de-mel com a torcida, e após vencer a primeira partida dentro de seus domínios, foi até a Bahia e arrancou um empate contra o Juazeirense (BA).

Botafogo vence e torcidas brigam

Na partida do Botafogo contra o CSA, infelizmente o futebol ficou em segundo plano. Após uma medida judicial do Ministério Público que impedia a torcida ‘Mancha Azul’, do CSA, de entrar no estádio Almeidão, os ânimos para a partida se exaltaram. E o resultado não poderia ter sido outro: confusão dentro e fora do estádio. Cinco ônibus com torcedores do time alagoano foram parados ainda na BR-230, o que atrasou a chegada deles ao campo de jogo. Porém, quando os ônibus chegaram às imediações do Almeidão, foram recebidos por uma chuva de pedras, e o revide, foi evidente. Dentro do estádio o clima tenso e de muitas provocações era claro, e após o apito final, a confusão continuou fora das dependências do estádio.

Já dentro de campo, o Botafogo foi dominante durante os 90 minutos de jogo e cirúrgico para matar a partida com dois gols do atacante recém contratado, Dico. O avançado marcou aos 3 minutos e aos 23 minutos do segundo tempo garantindo a vitória do Belo. Com os três pontos somados, o Botafogo subiu para 5ª colocação no grupo A da série C, e está a apenas dois pontos da zona de classificação para a próxima fase. Agora, o foco do time de João Pessoa volta-se para o Salgueiro (PE). A equipe pernambucana vem de derrota dentro de casa para o Fortaleza e quer se reabilitar diante do Belo no próximo domingo (4). Já o Botafogo conta novamente com o apoio da torcida e a volta da confiança no time, para lotar o Almeidão e empurrar o Belo para mais uma vitória.

Campinense joga mal, mas vence

Depois de protagonizar uma das maiores vergonhas do futebol paraibano nos últimos tempos ao perder de virada para o recém profissionalizado Atlético (PE), o Campinense começou a buscar sua reabilitação vencendo o Itabaiana (SE) neste domingo (28), no estádio Amigão, em Campina Grande. Com um gol do atacante Silas, a raposa respirou na tabela, mas a torcida segue na bronca com os jogadores e diretoria. A partida foi sem lances de grande inspiração e marcada por uma boa atuação do goleiro Glédson, que após ter sido bastante questionado no último jogo do Campinense, conseguiu barrar a pressão do Itabaiana (SE) e evitar um empate que teria gosto de derrota para os poucos torcedores que presenciaram a partida no estádio Amigão. Na saída do campo, a torcida rubro-negra não deixou de pegar no pé dos atletas e cobrar mais raça dentro das quatro linhas. Com a vitória, a equipe raposeira chegou à 3ª colocação do grupo A8 da competição nacional empatado com Atlético (PE) e Fluminense (BA), mas pode subir para segunda colocação sem precisar entrar em campo, se o Atlético (PE) perder por mais de um gol de diferença diante do Fluminense (BA), nesta quarta-feira (31).

O próximo compromisso da Raposa é contra o Fluminense (BA) no próximo domingo (4), no estádio Jóia da Princesa (BA). A torcida quer mais uma vitória para anular a vergonha da primeira rodada e encaminhar a classificação campinense.

Sousa na liderança

O dinossauro do sertão vive mesmo uma boa fase. Após vencer a primeira partida em casa com autoridade diante do Central (PE), o Sousa viajou à Bahia para enfrentar o Juazeirense (BA), que vinha de vitória fora de casa contra o Coruripe (AL). Mas a equipe do sertão paraibano não deu a mínima para o favoritismo do time baiano e fez um jogo de igual para igual. Com uma defesa sólida liderada pela dupla de zaga Eduardo e Renan, o Sousa segurou as investidas juazeirenses e colocou um ponto na bagagem de volta à João Pessoa. Com o empate, o Dino assume a ponta do grupo A7 da Série D, com o mesmo número de pontos do Juazeirense (BA), mas leva vantagem no saldo de gols. Agora, as atenções sousenses se voltam para o Coruripe (AL), no próximo domingo (4), no estádio Marizão, em Sousa.
Correio da Paraiba