Jovem desenterra irmão e anda de bicicleta pelas ruas de Prata com caixão

Um jovem de 29 anos foi preso na cidade de Prata, na noite deste domingo (28), depois de ir ao Cemitério Municipal, desenterrar o irmão que faleceu há quase um ano e andar com o caixão sobre uma bicicleta por vias da cidade.
Um dos responsáveis pela administração do Cemitério Municipal, Bruno Gonçalves, informou que o local é fechado por volta das 18h e o vigilante vai embora, deixando as luzes acesas. “Ele pulou o muro e sozinho conseguiu retirar a tampa do túmulo. Há muitas casas nas proximidades e moradores que têm o costume de sentar na calçada, mas ninguém o viu saindo. É algo que a gente nunca imagina que aconteceria em Prata, que é uma cidade muito tranquila”, disse.
Um morador da cidade que viu o rapaz empurrando a bicicleta fez imagens e o vídeo foi compartilhado pelas redes sociais. A Polícia Militar (PM) foi acionada e abordou o autor no Bairro Jardim Brasil por volta das 19h.
Aos militares ele disse que sonhou com o irmão pedindo para andar de bicicleta e esperou o cemitério fechar para invadir o local e abrir o túmulo. Depois de retirar o caixão do jazigo, ele iniciou o passeio. Apesar do longo período desde o sepultamento, o caixão apresentava estar intacto. Foram constatados os restos mortais do homem falecido.
Ainda de acordo com as informações da PM, o jovem aparentava estar bastante transtornado e chegou a ser algemado por desacatar as ordens dos militares. Ele disse que só cometeu o ato porque sentia muitas saudades do irmão, sem nenhuma intenção de profaná-lo. Testemunhas relataram que desde o falecimento do irmão o autor vinha apresentando distúrbios psíquicos.
Ele foi preso em flagrante por vilipêndio de cadáver, considerado crime de desrespeito aos mortos e previsto no Código Penal Brasileiro. Se condenado, ele pode pegar de um a três anos de detenção, além do pagamento de multa. O jovem assinou um termo para comparecer à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos e em seguida foi liberado.
G1

Um jovem de 29 anos foi preso na cidade de Prata, na noite deste domingo (28), depois de ir ao Cemitério Municipal, desenterrar o irmão que faleceu há quase um ano e andar com o caixão sobre uma bicicleta por vias da cidade.
Um dos responsáveis pela administração do Cemitério Municipal, Bruno Gonçalves, informou que o local é fechado por volta das 18h e o vigilante vai embora, deixando as luzes acesas. “Ele pulou o muro e sozinho conseguiu retirar a tampa do túmulo. Há muitas casas nas proximidades e moradores que têm o costume de sentar na calçada, mas ninguém o viu saindo. É algo que a gente nunca imagina que aconteceria em Prata, que é uma cidade muito tranquila”, disse.
Um morador da cidade que viu o rapaz empurrando a bicicleta fez imagens e o vídeo foi compartilhado pelas redes sociais. A Polícia Militar (PM) foi acionada e abordou o autor no Bairro Jardim Brasil por volta das 19h.
Aos militares ele disse que sonhou com o irmão pedindo para andar de bicicleta e esperou o cemitério fechar para invadir o local e abrir o túmulo. Depois de retirar o caixão do jazigo, ele iniciou o passeio. Apesar do longo período desde o sepultamento, o caixão apresentava estar intacto. Foram constatados os restos mortais do homem falecido.
Ainda de acordo com as informações da PM, o jovem aparentava estar bastante transtornado e chegou a ser algemado por desacatar as ordens dos militares. Ele disse que só cometeu o ato porque sentia muitas saudades do irmão, sem nenhuma intenção de profaná-lo. Testemunhas relataram que desde o falecimento do irmão o autor vinha apresentando distúrbios psíquicos.
Ele foi preso em flagrante por vilipêndio de cadáver, considerado crime de desrespeito aos mortos e previsto no Código Penal Brasileiro. Se condenado, ele pode pegar de um a três anos de detenção, além do pagamento de multa. O jovem assinou um termo para comparecer à Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos e em seguida foi liberado.
G1