CCJ aprova ampliação de benefícios do programa Gol de Placa

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta quinta-feira (1), a Medida Provisória 260/2017, do Governo do Estado, que amplia o acesso a recursos do programa Gol de Placa para os times de futebol das séries C e D.

De acordo com Estela Bezerra, qualquer clube paraibano que dispute a Copa Brasil, mesmo que não realize jogo como mandante, poderá utilizar a cota destinada para Copa do Brasil nas competições. “O Governo do Estado, na verdade, democratizou o acesso ao fomento para o futebol profissional na Paraíba”, destacou a parlamentar.

A Medida Provisória também favorece os torcedores paraibanos, que passarão a ter mais ingressos disponíveis para assistir aos jogos. Outro benefício aos clubes das séries “C” e “D” é captar novos patrocínios, ampliando a capacidade de investimento, sem prejuízo de qualquer exigência já prevista na Lei do Gol de Placa.

Além deste, foram aprovados pela comissão outros quatro projetos que seguem agora para apreciação em plenário pelos deputados da Casa.

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou, nesta quinta-feira (1), a Medida Provisória 260/2017, do Governo do Estado, que amplia o acesso a recursos do programa Gol de Placa para os times de futebol das séries C e D.

De acordo com Estela Bezerra, qualquer clube paraibano que dispute a Copa Brasil, mesmo que não realize jogo como mandante, poderá utilizar a cota destinada para Copa do Brasil nas competições. “O Governo do Estado, na verdade, democratizou o acesso ao fomento para o futebol profissional na Paraíba”, destacou a parlamentar.

A Medida Provisória também favorece os torcedores paraibanos, que passarão a ter mais ingressos disponíveis para assistir aos jogos. Outro benefício aos clubes das séries “C” e “D” é captar novos patrocínios, ampliando a capacidade de investimento, sem prejuízo de qualquer exigência já prevista na Lei do Gol de Placa.

Além deste, foram aprovados pela comissão outros quatro projetos que seguem agora para apreciação em plenário pelos deputados da Casa.