7 razões para você não perder o 7º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria

O 7º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria será realizado nos dias 27 e 28 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o evento reunirá especialistas brasileiros e internacionais em inovação, que debaterão as maiores tendências desta agenda e como elas impactarão a indústria brasileira. Veja alguns dos motivos para você participar do Congresso:

1. É o maior evento de inovação da América Latina
Cerca de 3 mil pessoas são esperadas para os dois dias de programação do Congresso, que terá como tema, em 2017, Inovar é criar valor. O evento tratará das principais megatendências da inovação no Brasil e no mundo. A estrutura envolve uma área de 11 mil metros quadrados, com duas arenas para palestras, espaço comum para apresentação de ecossistemas de inovação e uma praça de convivência.

2. Presença de empresas inovadoras
Muitas das principais empresas e instituições que inovam no mundo e no Brasil estarão representadas no Congresso com espaços onde apresentarão o que há de mais moderno em termos de inovação. Estarão nesses espaços a Avon, Bosch, Embrapii, Ford, GE, Natura, Qualcomm e o BNDES.

3. Palestras com grandes personalidades/autoridades da inovação
Entre os palestrantes que irão ao Congresso estão Peter Diamandis, fundador e executivo da XPRIZE Foundation e autor de best-sellers, como “Abundância” e “O futuro é melhor do que você imagina”; Bill Ruh, executivo-chefe da GE Digital, que dará palestra sobre megatendências da inovação; Louise Scott, vice-presidente global de Pesquisa da Avon, que participa de painel sobre inovação no Brasil e no mundo; Neil Isford, gerente-geral da IBM para as Soluções Watson e Plataformas Industriais, que falará sobre o impacto das tecnologias para a construção de fábricas inteligentes; Pete Worden, CEO da Breakthrough Initiative, que mostrará como o avanço tecnológico pode ajudar na superação de desafios globais; o brasileiro Henrique Malvar, cientista-chefe da Microsoft, que falará de armazenamento em nuvem.

4. Acesso às megatendências da inovação
O Congresso será palco para debates sobre as principais tendências da inovação. Entre os assuntos em destaque estarão a internet das coisas, inteligência artificial, cidades inteligentes e tudo relacionado à manufatura avançada/indústria 4.0.

5. 22 Casos de sucesso de inovação
Casos de inovação de 22 empresas de pequeno, médio e grande serão apresentados e farão parte do livro Inovar é criar. Os cases de empresas que se distinguem em um mercado extremamente competitivo ilustram com traços fortes a importância estratégica da inovação para a indústria. Durante o evento, os casos serão exibidos para o público em um espaço exclusivo.

6. Forúm do índice global de inovação
Pela primeira vez a América Latina sediará o Fórum Internacional do Global Innovation Index (GII). O debate, que acontecerá logo após a apresentação dos números do Índice Global de Inovação, ocorrerá na manhã de 27 de junho, o primeiro dia do Congresso. O GII é um dos principais indicadores de inovação, editado anualmente pela Universidade de Cornell (EUA) e a escola de negócios Insead (França), em parceria com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI). O documento apresenta o desempenho de 128 economias – mais de 97% do PIB mundial – em diversos critérios de inovação.

7. Incrições gratuitas
As inscrições para o Congresso já estão abertas e podem ser feitas de forma gratuita pelo site. Os inscritos poderão participar dos dois dias de evento e assistir aos paineis e apresentações de renomados especialistas em inovação. As palestras também serão transmitidas ao vivo pelo site do evento.

SAIBA MAIS – Confira a programação completa e a relação dos palestrantes no site do Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria.

Por Ariadne Sakkis e Diego Abreu
Da Agência CNI de Notícias

O 7º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria será realizado nos dias 27 e 28 de junho, no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o evento reunirá especialistas brasileiros e internacionais em inovação, que debaterão as maiores tendências desta agenda e como elas impactarão a indústria brasileira. Veja alguns dos motivos para você participar do Congresso:

1. É o maior evento de inovação da América Latina
Cerca de 3 mil pessoas são esperadas para os dois dias de programação do Congresso, que terá como tema, em 2017, Inovar é criar valor. O evento tratará das principais megatendências da inovação no Brasil e no mundo. A estrutura envolve uma área de 11 mil metros quadrados, com duas arenas para palestras, espaço comum para apresentação de ecossistemas de inovação e uma praça de convivência.

2. Presença de empresas inovadoras
Muitas das principais empresas e instituições que inovam no mundo e no Brasil estarão representadas no Congresso com espaços onde apresentarão o que há de mais moderno em termos de inovação. Estarão nesses espaços a Avon, Bosch, Embrapii, Ford, GE, Natura, Qualcomm e o BNDES.

3. Palestras com grandes personalidades/autoridades da inovação
Entre os palestrantes que irão ao Congresso estão Peter Diamandis, fundador e executivo da XPRIZE Foundation e autor de best-sellers, como “Abundância” e “O futuro é melhor do que você imagina”; Bill Ruh, executivo-chefe da GE Digital, que dará palestra sobre megatendências da inovação; Louise Scott, vice-presidente global de Pesquisa da Avon, que participa de painel sobre inovação no Brasil e no mundo; Neil Isford, gerente-geral da IBM para as Soluções Watson e Plataformas Industriais, que falará sobre o impacto das tecnologias para a construção de fábricas inteligentes; Pete Worden, CEO da Breakthrough Initiative, que mostrará como o avanço tecnológico pode ajudar na superação de desafios globais; o brasileiro Henrique Malvar, cientista-chefe da Microsoft, que falará de armazenamento em nuvem.

4. Acesso às megatendências da inovação
O Congresso será palco para debates sobre as principais tendências da inovação. Entre os assuntos em destaque estarão a internet das coisas, inteligência artificial, cidades inteligentes e tudo relacionado à manufatura avançada/indústria 4.0.

5. 22 Casos de sucesso de inovação
Casos de inovação de 22 empresas de pequeno, médio e grande serão apresentados e farão parte do livro Inovar é criar. Os cases de empresas que se distinguem em um mercado extremamente competitivo ilustram com traços fortes a importância estratégica da inovação para a indústria. Durante o evento, os casos serão exibidos para o público em um espaço exclusivo.

6. Forúm do índice global de inovação
Pela primeira vez a América Latina sediará o Fórum Internacional do Global Innovation Index (GII). O debate, que acontecerá logo após a apresentação dos números do Índice Global de Inovação, ocorrerá na manhã de 27 de junho, o primeiro dia do Congresso. O GII é um dos principais indicadores de inovação, editado anualmente pela Universidade de Cornell (EUA) e a escola de negócios Insead (França), em parceria com a Organização Mundial de Propriedade Intelectual (OMPI). O documento apresenta o desempenho de 128 economias – mais de 97% do PIB mundial – em diversos critérios de inovação.

7. Incrições gratuitas
As inscrições para o Congresso já estão abertas e podem ser feitas de forma gratuita pelo site. Os inscritos poderão participar dos dois dias de evento e assistir aos paineis e apresentações de renomados especialistas em inovação. As palestras também serão transmitidas ao vivo pelo site do evento.

SAIBA MAIS – Confira a programação completa e a relação dos palestrantes no site do Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria.

Por Ariadne Sakkis e Diego Abreu
Da Agência CNI de Notícias