Sindicato dos Urbanitários fiscaliza condições de trabalho na Cagepa e na Energisa no Brejo paraibano

fiscalO Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba, por intermédio do seu diretor sindical, Roberto Nóbrega de Carvalho Filho, secretário geral, está intensificando um importante trabalho, desde janeiro passado, de fiscalização das condições de trabalho na região do Brejo paraibano, notadamente na Cagepa e na Energisa.
Conforme o Diretor do Stiupb, esse trabalho foi iniciado em janeiro passado e não tem previsão para terminar: “Ele será constante, para salvaguardar, principalmente, o direito de um local digno e segurança para os trabalhadores”.
A fiscalização não se restringe apenas às condições de trabalho, mas também a cobrança no cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho.
“Estamos atuando constantemente, com fiscalizações surpresas e atendendo também às denúncias chegadas ao nosso Sindicato. O nosso objetivo é buscar melhores condições para a categoria, visitando estações de tratamento, e elevatórias observando a estrutura de trabalho, o risco do labor diário, a exemplo do que fizemos semana passada em Bananeiras”, destacou Roberto Nóbrega.
Na Estação de Tratamento de Bananeiras, semana passada, foram apuradas denúncias com relação às péssimas condições de trabalho dos funcionários e constatou-se que “o nosso trabalho tem tido repercussão e alguns problemas encontrados na Cagepa foram corrigidos pela Gerência Regional do Brejo”.

OUTRAS INTERVENÇÕES
O trabalho do Sindicato, por determinação do seu presidente, Wilton Maia Velez, também sido feito nas intervenções em atos administrativos inadequados e para que sejam corrigidos, não causando prejuízos aos trabalhadores.
Na Energisa, um outro exemplo, foram feitas cobranças em relação a melhoria do plano odontológico; cumprimentos das condições do vale-rota (alimentação) – no caso de deslocamento; dentre outras tratativas da adequação das escalas de trabalho dos eletricistas do DEOP.
O Stiupb vem trabalhando sempre e constantemente na defesa dos direitos da classe trabalhadora e precisa que a categoria ajude o sindicato ,fornecendo informações e denunciando os problemas para que possamos atuar com mais precisão, finalizou Wilton Maia.

fiscalO Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba, por intermédio do seu diretor sindical, Roberto Nóbrega de Carvalho Filho, secretário geral, está intensificando um importante trabalho, desde janeiro passado, de fiscalização das condições de trabalho na região do Brejo paraibano, notadamente na Cagepa e na Energisa.
Conforme o Diretor do Stiupb, esse trabalho foi iniciado em janeiro passado e não tem previsão para terminar: “Ele será constante, para salvaguardar, principalmente, o direito de um local digno e segurança para os trabalhadores”.
A fiscalização não se restringe apenas às condições de trabalho, mas também a cobrança no cumprimento do Acordo Coletivo de Trabalho.
“Estamos atuando constantemente, com fiscalizações surpresas e atendendo também às denúncias chegadas ao nosso Sindicato. O nosso objetivo é buscar melhores condições para a categoria, visitando estações de tratamento, e elevatórias observando a estrutura de trabalho, o risco do labor diário, a exemplo do que fizemos semana passada em Bananeiras”, destacou Roberto Nóbrega.
Na Estação de Tratamento de Bananeiras, semana passada, foram apuradas denúncias com relação às péssimas condições de trabalho dos funcionários e constatou-se que “o nosso trabalho tem tido repercussão e alguns problemas encontrados na Cagepa foram corrigidos pela Gerência Regional do Brejo”.

OUTRAS INTERVENÇÕES
O trabalho do Sindicato, por determinação do seu presidente, Wilton Maia Velez, também sido feito nas intervenções em atos administrativos inadequados e para que sejam corrigidos, não causando prejuízos aos trabalhadores.
Na Energisa, um outro exemplo, foram feitas cobranças em relação a melhoria do plano odontológico; cumprimentos das condições do vale-rota (alimentação) – no caso de deslocamento; dentre outras tratativas da adequação das escalas de trabalho dos eletricistas do DEOP.
O Stiupb vem trabalhando sempre e constantemente na defesa dos direitos da classe trabalhadora e precisa que a categoria ajude o sindicato ,fornecendo informações e denunciando os problemas para que possamos atuar com mais precisão, finalizou Wilton Maia.