QUEM SOMOS NÓS

……….Quem somos nós, eu já não sou aquele que eu conhecia, nem é você, aquela que um certo dia, disse à si mesma, nunca mais amar ninguém…..Jack e Valdir Fachini.
De repente me vejo envolvido em seus braços como antigamente, abraçando seu corpo frágil, mordendo seus lábios num desejo louco, te desejando muito mais que antes.
De repente você se encontra entregue aos meus carinhos, desejando que o tempo pare e que essa tarde nunca termine.
O tempo até que tentou, mas não conseguiu fazer com eu te esquecesse, a distancia foi curta e não impediu que eu viesse correndo ao seu encontro.
Os acontecimentos e as intrigas de nada valeram, talvez eu até te ame muito mais que já te amei um dia, quem sabe você até me queira um pouquinho mais também.
Uma vez, em nossos momentos íntimos, esquecemos de nossas próprias personalidades, não sabíamos mais quem éramos, nem o que fazermos de nós, no meu mundo de sonhos, fantasias e desejos, me perguntei,…. quem sou eu ? que já fui dono de mim e agora sou apenas um fantoche manejado pelos dedos ágeis da paixão, no mesmo delírio você fazia a mesma pergunta,….quem sou eu? que estraçalhava corações com um simples olhar e agora me estraçalho diante de você.
Pensei que o tempo e a distancia nos fizessem voltar a razão e descobrirmos quem realmente éramos, só que não, tudo isso só serviu pra fortalecer o nosso amor e agora de novo em seus braços, me entregando por inteiro e recebendo de você os beijos com o mesmo sabor de antigamente, faço novamente aquela velha interrogativa,…quem sou eu? que jurei não mais te querer, quem é você? que prometeu a si mesma, nunca mais me aceitar, quem somos nós?que nos amamos até as últimas consequências ?
E no rádio, aquela canção do DENY E DALTON insiste em nos fazer relembrar.
…………Quem somos nós, que nos perdemos no calor de tantos beijos, nos entregamos na paixão e no desejo e só vivemos na função de querer bem.

Valdir Fachini
valdirfachini53@gmail.com

……….Quem somos nós, eu já não sou aquele que eu conhecia, nem é você, aquela que um certo dia, disse à si mesma, nunca mais amar ninguém…..Jack e Valdir Fachini.
De repente me vejo envolvido em seus braços como antigamente, abraçando seu corpo frágil, mordendo seus lábios num desejo louco, te desejando muito mais que antes.
De repente você se encontra entregue aos meus carinhos, desejando que o tempo pare e que essa tarde nunca termine.
O tempo até que tentou, mas não conseguiu fazer com eu te esquecesse, a distancia foi curta e não impediu que eu viesse correndo ao seu encontro.
Os acontecimentos e as intrigas de nada valeram, talvez eu até te ame muito mais que já te amei um dia, quem sabe você até me queira um pouquinho mais também.
Uma vez, em nossos momentos íntimos, esquecemos de nossas próprias personalidades, não sabíamos mais quem éramos, nem o que fazermos de nós, no meu mundo de sonhos, fantasias e desejos, me perguntei,…. quem sou eu ? que já fui dono de mim e agora sou apenas um fantoche manejado pelos dedos ágeis da paixão, no mesmo delírio você fazia a mesma pergunta,….quem sou eu? que estraçalhava corações com um simples olhar e agora me estraçalho diante de você.
Pensei que o tempo e a distancia nos fizessem voltar a razão e descobrirmos quem realmente éramos, só que não, tudo isso só serviu pra fortalecer o nosso amor e agora de novo em seus braços, me entregando por inteiro e recebendo de você os beijos com o mesmo sabor de antigamente, faço novamente aquela velha interrogativa,…quem sou eu? que jurei não mais te querer, quem é você? que prometeu a si mesma, nunca mais me aceitar, quem somos nós?que nos amamos até as últimas consequências ?
E no rádio, aquela canção do DENY E DALTON insiste em nos fazer relembrar.
…………Quem somos nós, que nos perdemos no calor de tantos beijos, nos entregamos na paixão e no desejo e só vivemos na função de querer bem.

Valdir Fachini
valdirfachini53@gmail.com