Sindicato dos Urbanitários fecha acordo de trabalho com Termelétrica e garante reajuste

acordooA representativa de uma entidade classista pode ser medida por suas lutas em defesa dos interesses dos seus associados. O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba – Stiupb, orgulha-se de colecionar inúmeras conquistas na atual gestão. Neste dia 26, por exemplo, o Stiupb fechou Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018 com a Borborema Energética (Termelétrica), no qual seus trabalhadores obtiveram um reajuste salarial significativo, sendo 20,71% no piso salarial da empresa, 7,56% no piso dos auxiliares técnicos, 22,91% no piso dos técnicos e 7,03% nos salários em geral.
O presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, disse que, neste ano de 2017, foram muitas as conquistas dos funcionários da Cagepa, Energisa, Chesf, PGGás e Termétrica, com fechamento de acordos de trabalho, novos convênios médicos e de lazer (como o que foi celebrado recentemente com a AABB), além da luta que evitou que o Governo do Estado privatizasse a Companhia de Água e Esgoto.
O acordo com a termelétrica foi fechado na sede do Sindicato, tendo a assembleia sido comandada pelo Diretor Financeiro da entidade, Guilherme Mateus. Parte dos trabalhadores se fizeram presentes ao evento.
No mesmo acordo, a categoria celebrou a conquista do pagamento da participação nos lucros referente a 2017; auxílio-refeição/alimentação (Reajuste de 12,9%); reajuste de 100% do auxílio creche/escola – com elevação da idade de abrangência de dois anos para quatro anos (Obs: Fica garantido o pagamento de todos os retroativos até o dia 10/07/2017).

NOVAS CONQUISTAS
A partir da assinatura do presente acordo, a Borborema Energética S.A., se compromete a aplicar os termos de incentivo à educação de acordo com a normativa interna, na forma a ser pactuada, até 31 de julho de 2017, através da formalização de aditivo que será parte integrante deste acordo como anexo II, sendo garantido no máximo o reembolso de 70% (setenta por cento) do valor das mensalidades escolares para graduação de técnico de nível médio ou superior.

APOIO AO PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS
A Borborema Energética S.A. se compromete, a partir da assinatura do presente acordo, a pagar um benefício mensal no valor de R$ 420,00 (quatrocentos e vinte reais) para tratamento especializado do (a) filho (a) do empregado (a), portador de doença congênita, mental, motora ou sensorial e distúrbios graves da fala ou comportamento. Os empregados deverão apresentar atestado médico constatando a deficiência do dependente.

DO HORÁRIO FLEXÍVEL E CONTROLE DE FREQUÊNCIA
Para os empregados administrativos, exceto gerentes e coordenadores, será adotado o sistema de horário flexível para todas as jornadas de trabalho de segunda a sexta-feira, cujo início da primeira jornada poderá ser antecipado ou postergado em até 02h (duas horas) com o correspondente acréscimo ou diminuição no final da jornada, sem alterar o total diário de horas de trabalho correspondente.
O acordo ainda estabelece: ocorrendo atraso superior a 02h (duas horas) para o início da jornada, os minutos excedentes não serão passíveis de compensação no próprio dia, sendo prioritariamente abatidos de horas extras ou, em último caso, descontados do empregado a título de atraso.
Ficou estabelecido que a utilização da flexibilidade deverá atender ao princípio da excepcionalidade, posto que o horário de jornada é aquele fixado pelo empregador, sendo que a flexibilização prevista nesta cláusula não se aplica aos empregados cuja atividade se desenvolva sob escala de trabalho ou regime de turno de revezamento ou em serviços essenciais.

acordooA representativa de uma entidade classista pode ser medida por suas lutas em defesa dos interesses dos seus associados. O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba – Stiupb, orgulha-se de colecionar inúmeras conquistas na atual gestão. Neste dia 26, por exemplo, o Stiupb fechou Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2018 com a Borborema Energética (Termelétrica), no qual seus trabalhadores obtiveram um reajuste salarial significativo, sendo 20,71% no piso salarial da empresa, 7,56% no piso dos auxiliares técnicos, 22,91% no piso dos técnicos e 7,03% nos salários em geral.
O presidente do Stiupb, Wilton Maia Velez, disse que, neste ano de 2017, foram muitas as conquistas dos funcionários da Cagepa, Energisa, Chesf, PGGás e Termétrica, com fechamento de acordos de trabalho, novos convênios médicos e de lazer (como o que foi celebrado recentemente com a AABB), além da luta que evitou que o Governo do Estado privatizasse a Companhia de Água e Esgoto.
O acordo com a termelétrica foi fechado na sede do Sindicato, tendo a assembleia sido comandada pelo Diretor Financeiro da entidade, Guilherme Mateus. Parte dos trabalhadores se fizeram presentes ao evento.
No mesmo acordo, a categoria celebrou a conquista do pagamento da participação nos lucros referente a 2017; auxílio-refeição/alimentação (Reajuste de 12,9%); reajuste de 100% do auxílio creche/escola – com elevação da idade de abrangência de dois anos para quatro anos (Obs: Fica garantido o pagamento de todos os retroativos até o dia 10/07/2017).

NOVAS CONQUISTAS
A partir da assinatura do presente acordo, a Borborema Energética S.A., se compromete a aplicar os termos de incentivo à educação de acordo com a normativa interna, na forma a ser pactuada, até 31 de julho de 2017, através da formalização de aditivo que será parte integrante deste acordo como anexo II, sendo garantido no máximo o reembolso de 70% (setenta por cento) do valor das mensalidades escolares para graduação de técnico de nível médio ou superior.

APOIO AO PORTADOR DE NECESSIDADES ESPECIAIS
A Borborema Energética S.A. se compromete, a partir da assinatura do presente acordo, a pagar um benefício mensal no valor de R$ 420,00 (quatrocentos e vinte reais) para tratamento especializado do (a) filho (a) do empregado (a), portador de doença congênita, mental, motora ou sensorial e distúrbios graves da fala ou comportamento. Os empregados deverão apresentar atestado médico constatando a deficiência do dependente.

DO HORÁRIO FLEXÍVEL E CONTROLE DE FREQUÊNCIA
Para os empregados administrativos, exceto gerentes e coordenadores, será adotado o sistema de horário flexível para todas as jornadas de trabalho de segunda a sexta-feira, cujo início da primeira jornada poderá ser antecipado ou postergado em até 02h (duas horas) com o correspondente acréscimo ou diminuição no final da jornada, sem alterar o total diário de horas de trabalho correspondente.
O acordo ainda estabelece: ocorrendo atraso superior a 02h (duas horas) para o início da jornada, os minutos excedentes não serão passíveis de compensação no próprio dia, sendo prioritariamente abatidos de horas extras ou, em último caso, descontados do empregado a título de atraso.
Ficou estabelecido que a utilização da flexibilidade deverá atender ao princípio da excepcionalidade, posto que o horário de jornada é aquele fixado pelo empregador, sendo que a flexibilização prevista nesta cláusula não se aplica aos empregados cuja atividade se desenvolva sob escala de trabalho ou regime de turno de revezamento ou em serviços essenciais.