Suspeito de homicídios na PB e no RJ é preso escondido em sítio de advogada

As Polícias Militar e Civil prenderam um homem de 30 anos de idade suspeito de pelo menos três homicídios, dois deles praticados em Guarabira, no Brejo da Paraíba, a 98 km de João Pessoa, e um no Rio de Janeiro. A prisão ocorreu na tarde desta terça-feira (27), na Zona Rural de Serra da Raiz, no Agreste do estado, a 138 km da Capital. Contra o detido havia um mandado de prisão temporária e, na residência onde ele estava escondido e foi preso, localizada em um sítio pertencente a uma advogada, foi encontrada debaixo de um colchão uma espingarda de calibre 12, com nove munições, sete intactas e duas deflagradas.

A prisão foi feita por policiais do Núcleo de Inteligência e guarnição do Comando do 4º Batalhão de Polícia Militar e policiais civis do Grupo Tático Especial da 8ª Delegacia Seccional. De posse do mandado de prisão, os policiais conseguiram levantar dados sobre a localização do suspeito. Com o apoio da guarnição de Sertãozinho, o local foi monitorado durante toda a manhã e início de tarde desta terça-feira.
No final da tarde, os policiais visualizaram o homem que, ao perceber a presença deles, ainda tentou fugir, mas foi alcançado e preso. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Guarabira, onde foi apresentado e responderá por homicídios, além do flagrante delito pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

As Polícias Militar e Civil prenderam um homem de 30 anos de idade suspeito de pelo menos três homicídios, dois deles praticados em Guarabira, no Brejo da Paraíba, a 98 km de João Pessoa, e um no Rio de Janeiro. A prisão ocorreu na tarde desta terça-feira (27), na Zona Rural de Serra da Raiz, no Agreste do estado, a 138 km da Capital. Contra o detido havia um mandado de prisão temporária e, na residência onde ele estava escondido e foi preso, localizada em um sítio pertencente a uma advogada, foi encontrada debaixo de um colchão uma espingarda de calibre 12, com nove munições, sete intactas e duas deflagradas.

A prisão foi feita por policiais do Núcleo de Inteligência e guarnição do Comando do 4º Batalhão de Polícia Militar e policiais civis do Grupo Tático Especial da 8ª Delegacia Seccional. De posse do mandado de prisão, os policiais conseguiram levantar dados sobre a localização do suspeito. Com o apoio da guarnição de Sertãozinho, o local foi monitorado durante toda a manhã e início de tarde desta terça-feira.
No final da tarde, os policiais visualizaram o homem que, ao perceber a presença deles, ainda tentou fugir, mas foi alcançado e preso. Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Guarabira, onde foi apresentado e responderá por homicídios, além do flagrante delito pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.