Greve Geral em Campina: Wilton Maia destaca parcialidade da Justiça em favor da classe patronal

parcialEm que pese as intimidações e até a parcialidade da Justiça em defesa da classe patronal, as entidades de classe de Campina Grande não fugiram à luta e realizaram protestos no dia 30 de junho. A concentração se deu na Praça da Bandeira, com atividades culturais e discursos de representantes de várias instituições.
Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba, Wilton Maia Velez, foi um dia para reflexão e a certeza de que a sociedade não aceita mais o Governo golpista do Presidente Temer .
Diretores do Stiupb e vários funcionários das empresas ligadas à entidade foram ao protesto.
“É uma pena não ter havido uma concentração maior de trabalhadores, fruto da ação da Justiça, que concedeu limimar nos impedindo até de caminhar pelas ruas centrais, algo inédito na história recente da democracia brasileira, apenas visto nos tempos do regime militar”, destacou Wilton Maia.

parcialEm que pese as intimidações e até a parcialidade da Justiça em defesa da classe patronal, as entidades de classe de Campina Grande não fugiram à luta e realizaram protestos no dia 30 de junho. A concentração se deu na Praça da Bandeira, com atividades culturais e discursos de representantes de várias instituições.
Para o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba, Wilton Maia Velez, foi um dia para reflexão e a certeza de que a sociedade não aceita mais o Governo golpista do Presidente Temer .
Diretores do Stiupb e vários funcionários das empresas ligadas à entidade foram ao protesto.
“É uma pena não ter havido uma concentração maior de trabalhadores, fruto da ação da Justiça, que concedeu limimar nos impedindo até de caminhar pelas ruas centrais, algo inédito na história recente da democracia brasileira, apenas visto nos tempos do regime militar”, destacou Wilton Maia.