Flamengo perde pênalti e empata com Palmeiras

Jaílson foi o xodó do torcedor do Palmeiras na conquista do Campeonato Brasileiro do ano passado. Em sua estreia nesta edição da competição, manteve tal status e também a invencibilidade na Série A com a camisa alviverde. O goleiro teve boa atuação contra o Flamengo nesta quarta-feira, tendo defendido um pênalti e mantendo o empate por 2 a 2 na Ilha do Urubu, em duelo válido pela 15ª rodada.
Pará deixou os mandantes em vantagem, enquanto Willian e Róger Guedes viraram o jogo. Ainda antes do intervalo, Guerrero definiu a igualdade ao anotar seu 18º gol na temporada, igualando já sua melhor temporada no futebol brasileiro – conseguiu a marca em 2013 e 2016. Diego teve a oportunidade de dar os três pontos aos cariocas, mas parou no goleiro alviverde, que fez apenas sua segunda partida na temporada.
Jaílson, que ganhou a posição devido ao mau momento de Fernando Prass, atuou pela 20ª vez na liga nacional pelo clube paulista. São 14 triunfos e seis igualdades. A única derrota dele no clube se deu na Copa do Brasil de 2016, diante do Grêmio.
O duelo ainda contou com presenças ilustres. O técnico da seleção brasileira, Tite, esteve in loco para acompanhar a partida, assim como Diego Alves, novo goleiro flamenguista, que foi muito festejado pela torcida.
Com o resultado, o Flamengo vai a 25 pontos e está na quarta posição, uma à frente do Palmeiras, que soma duas unidades a menos. Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o time carioca receberá o Coritiba na Ilha do Urubu, no sábado, às 19h (de Brasília). Um dia depois, a equipe alviverde irá até a Arena Pernambuco parar encarar o Sport, às 16h.
O Flamengo começou com tudo e abriu o placar logo aos 7min. Guerrero dominou na meia-lua e deu bela assistência para Pará, que chutou cruzado de dentro da área para vencer Jaílson.
Os mandantes seguiriam no ataque e quase ampliaram aos 13min, quando Éverton cabeceou após cobrança de escanteio de Diego, e Jaílson espalmou para escanteio. No minuto seguinte, Diego disputaria com o goleiro, e Rafael chutou travado para fora. O domínio rubro-negro seguiria. Aos 22min, Mina desviou pelo alto contra a própria meta, e o arqueiro alviverde fez bela intervenção.
Apesar do controle dos mandantes, os paulistas conseguiriam o empate logo em seu primeiro ataque. Aos 31min, Zé Roberto deu belo lançamento para Willian, que apenas tocou na saída de Thiago.
Depois do empate, o Flamengo seguiria indo para cima, mas sem criar. O Palmeiras, por sua vez, foi letal quando chegou. Aos 42min, Mina avançou e deu belo passe em velocidade para Róger Guedes, que só tirou do goleiro.
Os donos da casa, no entanto, responderiam já no minuto seguinte. Após chutão, Luan foi mal e perdeu a disputa na área para Guerrero, que mandou para o fundo do alvo.
Na volta do intervalo, seria o Palmeiras que assustaria. Aos 10min, Borja finalizou de fora da área, e Thiago fez boa defesa. O goleiro voltaria a brilhar no minuto seguinte, quando Luan finalizou após levantamento na área.
Na sequência da partida, o duelo ficaria pouco agitado. A grande chance de vitória seria do Flamengo, quando Geuvânio levou carrinho dentro da área de Michel Bastos, e o árbitro assinalou a penalidade aos 26min. Na cobrança, Jaílson caiu no canto esquerdo e defendeu o chute de Diego, mantendo a igualdade.
ESPN
Jaílson foi o xodó do torcedor do Palmeiras na conquista do Campeonato Brasileiro do ano passado. Em sua estreia nesta edição da competição, manteve tal status e também a invencibilidade na Série A com a camisa alviverde. O goleiro teve boa atuação contra o Flamengo nesta quarta-feira, tendo defendido um pênalti e mantendo o empate por 2 a 2 na Ilha do Urubu, em duelo válido pela 15ª rodada.
Pará deixou os mandantes em vantagem, enquanto Willian e Róger Guedes viraram o jogo. Ainda antes do intervalo, Guerrero definiu a igualdade ao anotar seu 18º gol na temporada, igualando já sua melhor temporada no futebol brasileiro – conseguiu a marca em 2013 e 2016. Diego teve a oportunidade de dar os três pontos aos cariocas, mas parou no goleiro alviverde, que fez apenas sua segunda partida na temporada.
Jaílson, que ganhou a posição devido ao mau momento de Fernando Prass, atuou pela 20ª vez na liga nacional pelo clube paulista. São 14 triunfos e seis igualdades. A única derrota dele no clube se deu na Copa do Brasil de 2016, diante do Grêmio.
O duelo ainda contou com presenças ilustres. O técnico da seleção brasileira, Tite, esteve in loco para acompanhar a partida, assim como Diego Alves, novo goleiro flamenguista, que foi muito festejado pela torcida.
Com o resultado, o Flamengo vai a 25 pontos e está na quarta posição, uma à frente do Palmeiras, que soma duas unidades a menos. Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o time carioca receberá o Coritiba na Ilha do Urubu, no sábado, às 19h (de Brasília). Um dia depois, a equipe alviverde irá até a Arena Pernambuco parar encarar o Sport, às 16h.
O Flamengo começou com tudo e abriu o placar logo aos 7min. Guerrero dominou na meia-lua e deu bela assistência para Pará, que chutou cruzado de dentro da área para vencer Jaílson.
Os mandantes seguiriam no ataque e quase ampliaram aos 13min, quando Éverton cabeceou após cobrança de escanteio de Diego, e Jaílson espalmou para escanteio. No minuto seguinte, Diego disputaria com o goleiro, e Rafael chutou travado para fora. O domínio rubro-negro seguiria. Aos 22min, Mina desviou pelo alto contra a própria meta, e o arqueiro alviverde fez bela intervenção.
Apesar do controle dos mandantes, os paulistas conseguiriam o empate logo em seu primeiro ataque. Aos 31min, Zé Roberto deu belo lançamento para Willian, que apenas tocou na saída de Thiago.
Depois do empate, o Flamengo seguiria indo para cima, mas sem criar. O Palmeiras, por sua vez, foi letal quando chegou. Aos 42min, Mina avançou e deu belo passe em velocidade para Róger Guedes, que só tirou do goleiro.
Os donos da casa, no entanto, responderiam já no minuto seguinte. Após chutão, Luan foi mal e perdeu a disputa na área para Guerrero, que mandou para o fundo do alvo.
Na volta do intervalo, seria o Palmeiras que assustaria. Aos 10min, Borja finalizou de fora da área, e Thiago fez boa defesa. O goleiro voltaria a brilhar no minuto seguinte, quando Luan finalizou após levantamento na área.
Na sequência da partida, o duelo ficaria pouco agitado. A grande chance de vitória seria do Flamengo, quando Geuvânio levou carrinho dentro da área de Michel Bastos, e o árbitro assinalou a penalidade aos 26min. Na cobrança, Jaílson caiu no canto esquerdo e defendeu o chute de Diego, mantendo a igualdade.
ESPN