Sindicomerciários solicita revogação de liminar concedida à CDL

O Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Campina Grande e Região impetrou mandado de segurança para o TRT da 13ª Região, com o objetivo de revogar os efeitos da medida liminar concedida pela 1ª Vara do Trabalho, no dia 30 de junho do corrente ano, à Câmara  de Dirigentes Lojistas (CDL). A entidade classista recorreu à Justiça para assegurar o funcionamento do Comércio no dia em que os trabalhadores seriam articulados para participar das manifestações contra as reformas Trabalhista e Previdenciária.
Segundo o presidente do Sindicato, José do Nascimento Coelho,  a CDL não tem legitimidade para ter ajuizado a referida Ação Civil Pública, que inclusive fazia imposição de várias restrições ao movimento grevista.
A audiência de instruções processuais, na 1ª Vara do Trabalho de Campina Grande, que estava agendada para o dia 26 do corrente mês, foi adiada para o dia 23 de agosto próximo, no turno da manhã.
Texto: ASCOM/SINDICOMERCIÁRIOS
O Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Campina Grande e Região impetrou mandado de segurança para o TRT da 13ª Região, com o objetivo de revogar os efeitos da medida liminar concedida pela 1ª Vara do Trabalho, no dia 30 de junho do corrente ano, à Câmara  de Dirigentes Lojistas (CDL). A entidade classista recorreu à Justiça para assegurar o funcionamento do Comércio no dia em que os trabalhadores seriam articulados para participar das manifestações contra as reformas Trabalhista e Previdenciária.
Segundo o presidente do Sindicato, José do Nascimento Coelho,  a CDL não tem legitimidade para ter ajuizado a referida Ação Civil Pública, que inclusive fazia imposição de várias restrições ao movimento grevista.
A audiência de instruções processuais, na 1ª Vara do Trabalho de Campina Grande, que estava agendada para o dia 26 do corrente mês, foi adiada para o dia 23 de agosto próximo, no turno da manhã.
Texto: ASCOM/SINDICOMERCIÁRIOS