PSICOLOGIA AO SEU ALCANCE – Ansiedade gera aumento de peso?

É sabido que a pessoa engorda ao ingerir mais calorias do que consegue queimar, e esse mecanismo do organismo foi um dos responsáveis pela sobrevivência do ser humano nos primórdios da humanidade, visto que havia uma escassez de alimentos. Mas por que, nos dias de hoje, com abundância de comida, comemos mais do que precisamos? Muitas vezes a resposta está “na cabeça”. Quer dizer, na forma como a pessoa pensa e se emociona no dia-a-dia. Tanto é assim que é provável que você já tenha visto alguém comendo muito, e também percebeu que ela estava ansiosa, comia rápido, sem prestar atenção no que ingeria, e só parou quando não aguentava mais. Essa descrição lhe pareceu familiar?

Caso o aumento de peso seja de origem emocional, o psicológico também precisa ser tratado. Porém, infelizmente, é comum este ponto ser deixado de lado. As pessoas buscam a solução apenas com médicos, nutricionistas e educadores físicos. É claro que esses profissionais são essenciais para um emagrecimento saudável, mas se o emocional não for tratado, é bem provável que a pessoa que inicia a dieta vá abandoná-la, ou se a leva até o fim, depois volta a engordar. Pois, caso ela não altere sua essência, seu modo de ser, ela voltará novamente a comer mais do que precisa.

O Psicólogo não vai prescrever dieta, nem indicará uma série de exercícios para o paciente emagrecer. Porém é o profissional mais qualificado para que o paciente se conheça melhor, entenda seus problemas e supere sua ansiedade. O Psicólogo não é concorrente do Nutricionista, nem do Educador Físico, pois não os substitui, nem tira seus pacientes; mas é o melhor parceiro desses profissionais, pois ajuda os seus pacientes a manterem o foco nas recomendações que eles passam. Tratar o emocional é uma das chaves do sucesso da dieta.

O tripé: dieta alimentar, atividade física e controle emocional para superar a ansiedade e manter o foco na dieta são os desafios que precisam ser encarados por quem necessita ou deseja emagrecer. A falta de um desses três componentes pode comprometer o resultado final do emagrecimento; pois não basta haver uma redução de peso, é importante que a pessoa esteja física e emocionalmente saudável. Lembre-se, procure um psicólogo!

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449

A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia
Canal no Youtube: Flávio Melo Ribeiro
Segue link do vídeo dessa semana do Psicólogo Flávio Melo Ribeiro.

É sabido que a pessoa engorda ao ingerir mais calorias do que consegue queimar, e esse mecanismo do organismo foi um dos responsáveis pela sobrevivência do ser humano nos primórdios da humanidade, visto que havia uma escassez de alimentos. Mas por que, nos dias de hoje, com abundância de comida, comemos mais do que precisamos? Muitas vezes a resposta está “na cabeça”. Quer dizer, na forma como a pessoa pensa e se emociona no dia-a-dia. Tanto é assim que é provável que você já tenha visto alguém comendo muito, e também percebeu que ela estava ansiosa, comia rápido, sem prestar atenção no que ingeria, e só parou quando não aguentava mais. Essa descrição lhe pareceu familiar?

Caso o aumento de peso seja de origem emocional, o psicológico também precisa ser tratado. Porém, infelizmente, é comum este ponto ser deixado de lado. As pessoas buscam a solução apenas com médicos, nutricionistas e educadores físicos. É claro que esses profissionais são essenciais para um emagrecimento saudável, mas se o emocional não for tratado, é bem provável que a pessoa que inicia a dieta vá abandoná-la, ou se a leva até o fim, depois volta a engordar. Pois, caso ela não altere sua essência, seu modo de ser, ela voltará novamente a comer mais do que precisa.

O Psicólogo não vai prescrever dieta, nem indicará uma série de exercícios para o paciente emagrecer. Porém é o profissional mais qualificado para que o paciente se conheça melhor, entenda seus problemas e supere sua ansiedade. O Psicólogo não é concorrente do Nutricionista, nem do Educador Físico, pois não os substitui, nem tira seus pacientes; mas é o melhor parceiro desses profissionais, pois ajuda os seus pacientes a manterem o foco nas recomendações que eles passam. Tratar o emocional é uma das chaves do sucesso da dieta.

O tripé: dieta alimentar, atividade física e controle emocional para superar a ansiedade e manter o foco na dieta são os desafios que precisam ser encarados por quem necessita ou deseja emagrecer. A falta de um desses três componentes pode comprometer o resultado final do emagrecimento; pois não basta haver uma redução de peso, é importante que a pessoa esteja física e emocionalmente saudável. Lembre-se, procure um psicólogo!

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449

A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia
Canal no Youtube: Flávio Melo Ribeiro
Segue link do vídeo dessa semana do Psicólogo Flávio Melo Ribeiro.