Paraibano pode ser condenado à morte após ser preso suspeito de estupro nos EUA

Um paraibano de 38 anos foi preso nessa terça-feira (22), no condado de Harris, que fica no estado americano do Texas, suspeito de estuprar uma criança menor de 12 anos de idade. O paraibano estava foragido e se for condenado pela Justiça americana poderá cumprir prisão perpétua ou até pena de morte.
Ao Portal Correio, a assessoria de comunicação da Polícia Federal informou que soube do caso, mas que não recebeu nenhum comunicado oficial da prisão por parte da polícia dos Estados Unidos, já que a prisão obedece o princípio de soberania entre os países.
“Existe um acordo entre Brasil e Estados Unidos com relação a prisões de cidadãos. Como o crime foi cometido lá e ele foi preso lá a polícia não tem obrigação de nos comunicar oficialmente do caso. Agora, ele deverá responder ao processo e pode ser condenado até a pena de morte”, informou a Polícia Federal.
Um paraibano de 38 anos foi preso nessa terça-feira (22), no condado de Harris, que fica no estado americano do Texas, suspeito de estuprar uma criança menor de 12 anos de idade. O paraibano estava foragido e se for condenado pela Justiça americana poderá cumprir prisão perpétua ou até pena de morte.
Ao Portal Correio, a assessoria de comunicação da Polícia Federal informou que soube do caso, mas que não recebeu nenhum comunicado oficial da prisão por parte da polícia dos Estados Unidos, já que a prisão obedece o princípio de soberania entre os países.
“Existe um acordo entre Brasil e Estados Unidos com relação a prisões de cidadãos. Como o crime foi cometido lá e ele foi preso lá a polícia não tem obrigação de nos comunicar oficialmente do caso. Agora, ele deverá responder ao processo e pode ser condenado até a pena de morte”, informou a Polícia Federal.