Polícia diz que ‘pessoa próxima’ teria matado padre com 29 facadas

O delegado seccional de Solânea, Diógenes Fernandes, confirmou que a polícia investiga como homicídio, possivelmente praticado por uma pessoa próxima, contra o padre do município de Borborema, a 90 quilômetros de João Pessoa. Pedro Gomes Bezerra, de 49 anos, foi encontrado morto e enrolado em lençóis na casa paroquial da igreja de Borborema, na manhã desta quinta-feira (24).
De acordo com o delegado, o padre foi assassinado com cerca de 29 facadas e a pessoa que cometeu o crime seria de convívio próximo ao padre, já que o assassinato ocorreu após as 22h dessa quarta-feira (23). Após o crime, o suspeito fugiu no carro da paróquia.
“O que podemos dizer é que ele foi assassinado com golpes de faca. A pessoa ou as pessoas que cometeram entraram na casa com a permissão da vítima e tudo leva a crer que [o crime ocorreu] durante uma conversa talvez até amigável até então. Houve luta corporal intensa. O corpo do padre estava bastante machucado e com 29 ferimentos. Trabalhamos com a hipótese de homicídio”, afirmou o delegado.
Ainda segundo o delegado, o carro usado na fuga foi localizado por volta das 16h45 e estava abandonado em um sítio da Zona Rural de Solânea. No início da noite desta quinta, a polícia vai começar a ouvir moradores do município para tentar entender o motivo do crime e identificar possíveis suspeitos.
Dentro do escritório da loja, os bandidos arrombaram o cofre e levaram R$ 35 mil em dinheiro, R$ 45 mil em cheques e cerca de 60 documentos de veículos. Após o crime os bandidos conseguiram fugir.

O delegado seccional de Solânea, Diógenes Fernandes, confirmou que a polícia investiga como homicídio, possivelmente praticado por uma pessoa próxima, contra o padre do município de Borborema, a 90 quilômetros de João Pessoa. Pedro Gomes Bezerra, de 49 anos, foi encontrado morto e enrolado em lençóis na casa paroquial da igreja de Borborema, na manhã desta quinta-feira (24).
De acordo com o delegado, o padre foi assassinado com cerca de 29 facadas e a pessoa que cometeu o crime seria de convívio próximo ao padre, já que o assassinato ocorreu após as 22h dessa quarta-feira (23). Após o crime, o suspeito fugiu no carro da paróquia.
“O que podemos dizer é que ele foi assassinado com golpes de faca. A pessoa ou as pessoas que cometeram entraram na casa com a permissão da vítima e tudo leva a crer que [o crime ocorreu] durante uma conversa talvez até amigável até então. Houve luta corporal intensa. O corpo do padre estava bastante machucado e com 29 ferimentos. Trabalhamos com a hipótese de homicídio”, afirmou o delegado.
Ainda segundo o delegado, o carro usado na fuga foi localizado por volta das 16h45 e estava abandonado em um sítio da Zona Rural de Solânea. No início da noite desta quinta, a polícia vai começar a ouvir moradores do município para tentar entender o motivo do crime e identificar possíveis suspeitos.
Dentro do escritório da loja, os bandidos arrombaram o cofre e levaram R$ 35 mil em dinheiro, R$ 45 mil em cheques e cerca de 60 documentos de veículos. Após o crime os bandidos conseguiram fugir.