Botafogo-PB perde em casa e se complica na série C

O Botafogo-PB enfrentou o Confiança-SE neste domingo (27), no estádio Almeidão, em João Pessoa, precisando da vitória para fugir do fantasma do rebaixamento para a série D, no próximo. Apesar da pressão, o Belo contou com a ajudinha dos rivais na tabela, que tropeçaram em seus jogos nesta rodada, mas não soube aproveitar o mando de campo e amargou mais uma derrota na competição, desta vez por 2 a 1.
A partida, que estava sendo encarada pelas duas equipes como uma decisão, começou morna, com os times se estudando.
Contando com o apoio da torcida, o Botafogo-PB toma a iniciativa da partida, e consegue criar algumas chances, mas sem furar o bloqueio no gol do Confiança.
Aos 16 minutos, o time de João Pessoa quase inaugura o placar numa jogada de Bruno Costa, que cabeceou sozinho. A bola raspou a trave e levantou a torcida do Belo no Almeidão.
A pressão do Botafogo continua. Aos 19 minutos, o ex-goleiro do time, Genivaldo, salva o que seria o primeiro gol da partida. O atacante Dico ficou cara a cara com o arqueiro do Confiança, mas não conseguiu balançar as redes adversárias.
Aos 23, mais uma jogada do Belo quase acaba em gol, numa jogada de Róger Gaúcho que chutou forte para a defesa de Genivaldo.
Aos 31 minutos, o ex-atacante do Belo, Frontini, desperdiçou uma grande chance para o Confiança abrir o marcador. Dois minutos depois, é a vez de Rafael Oliveira desperdiçar uma excelente oportunidade de gol para o time paraibano.
vitrineInterno
O jogo continua quente, mas aos 40 minutos quem inaugura o placar do Almeidão é o Confiança, com um gol contra de Bruno Costa, num cruzamento na área do Botafogo.
O 1º tempo da partida termina com o time de Sergipe em vantagem.
O 2º tempo do jogo começa eletrizante. Logo no 1º minuto da etapa complementar, quase o Confiança amplia o placar da partida, com um gol contra de Sapé.
Aos 7 minutos, o goleiro do Confiança recebe cartão amarelo por retardar a reposição de bola na partida.
Aos 9 minutos, o time visitante pressiona o Belo em busca do seu 2º gol e por pouco não consegue ampliar o placar.
Aos 11 minutos, o técnico do Botafogo faz duas substituições na equipe, saindo Rafale Oliveira e Lito, para a entrada de Warley e Cleyton no time. Rafael Oliveira deixa o gramado com o coro da torcida o chamando de ‘pipoqueiro’.
Aos 14 minutos, o goleiro Michel Alves opera um ‘milagre’ no Almeidão e evita o que seria o 2º gol do time sergipano.
O jogo continua tenso com chances para as duas equipes, mas depois de várias tentativas o Botafogo consegue empatar o marcado aos 25 minutos num lindo gol de Warley.
A pressão continua e as duas equipes tentam a todo custo a vitória.
Aos 40 minutos, Frontini desencanta e coloca o Confiança mais uma vez à frente no placar numa jogada de cabeça, que deixou o goleiro do Belo só olhando.
O árbitro sinalizou quatro minutos de acréscimo no jogo.  A torcida do Belo começou a deixar o estádio mesmo antes do apito final do árbitro, que aconteceu aos 49 minutos.
Com a derrota e vitória do Cuiabá diante do ASA, a situação do time paraibano se complicou ainda mais.
O Belo agora é o 8º colocado no grupo A e soma apenas 17 pontos. Já o Confiança mantém viva a esperança de classificação e está apenas a três pontos do G-4 em seu grupo.
O próximo compromisso do Botafogo na competição será na próxima sexta-feira (1º) diante do ASA, no estádio Almeidão.
Correio da Paraiba
O Botafogo-PB enfrentou o Confiança-SE neste domingo (27), no estádio Almeidão, em João Pessoa, precisando da vitória para fugir do fantasma do rebaixamento para a série D, no próximo. Apesar da pressão, o Belo contou com a ajudinha dos rivais na tabela, que tropeçaram em seus jogos nesta rodada, mas não soube aproveitar o mando de campo e amargou mais uma derrota na competição, desta vez por 2 a 1.
A partida, que estava sendo encarada pelas duas equipes como uma decisão, começou morna, com os times se estudando.
Contando com o apoio da torcida, o Botafogo-PB toma a iniciativa da partida, e consegue criar algumas chances, mas sem furar o bloqueio no gol do Confiança.
Aos 16 minutos, o time de João Pessoa quase inaugura o placar numa jogada de Bruno Costa, que cabeceou sozinho. A bola raspou a trave e levantou a torcida do Belo no Almeidão.
A pressão do Botafogo continua. Aos 19 minutos, o ex-goleiro do time, Genivaldo, salva o que seria o primeiro gol da partida. O atacante Dico ficou cara a cara com o arqueiro do Confiança, mas não conseguiu balançar as redes adversárias.
Aos 23, mais uma jogada do Belo quase acaba em gol, numa jogada de Róger Gaúcho que chutou forte para a defesa de Genivaldo.
Aos 31 minutos, o ex-atacante do Belo, Frontini, desperdiçou uma grande chance para o Confiança abrir o marcador. Dois minutos depois, é a vez de Rafael Oliveira desperdiçar uma excelente oportunidade de gol para o time paraibano.
vitrineInterno
O jogo continua quente, mas aos 40 minutos quem inaugura o placar do Almeidão é o Confiança, com um gol contra de Bruno Costa, num cruzamento na área do Botafogo.
O 1º tempo da partida termina com o time de Sergipe em vantagem.
O 2º tempo do jogo começa eletrizante. Logo no 1º minuto da etapa complementar, quase o Confiança amplia o placar da partida, com um gol contra de Sapé.
Aos 7 minutos, o goleiro do Confiança recebe cartão amarelo por retardar a reposição de bola na partida.
Aos 9 minutos, o time visitante pressiona o Belo em busca do seu 2º gol e por pouco não consegue ampliar o placar.
Aos 11 minutos, o técnico do Botafogo faz duas substituições na equipe, saindo Rafale Oliveira e Lito, para a entrada de Warley e Cleyton no time. Rafael Oliveira deixa o gramado com o coro da torcida o chamando de ‘pipoqueiro’.
Aos 14 minutos, o goleiro Michel Alves opera um ‘milagre’ no Almeidão e evita o que seria o 2º gol do time sergipano.
O jogo continua tenso com chances para as duas equipes, mas depois de várias tentativas o Botafogo consegue empatar o marcado aos 25 minutos num lindo gol de Warley.
A pressão continua e as duas equipes tentam a todo custo a vitória.
Aos 40 minutos, Frontini desencanta e coloca o Confiança mais uma vez à frente no placar numa jogada de cabeça, que deixou o goleiro do Belo só olhando.
O árbitro sinalizou quatro minutos de acréscimo no jogo.  A torcida do Belo começou a deixar o estádio mesmo antes do apito final do árbitro, que aconteceu aos 49 minutos.
Com a derrota e vitória do Cuiabá diante do ASA, a situação do time paraibano se complicou ainda mais.
O Belo agora é o 8º colocado no grupo A e soma apenas 17 pontos. Já o Confiança mantém viva a esperança de classificação e está apenas a três pontos do G-4 em seu grupo.
O próximo compromisso do Botafogo na competição será na próxima sexta-feira (1º) diante do ASA, no estádio Almeidão.
Correio da Paraiba