Ex-coroinha de 18 anos é procurado por participar da morte de padre na Paraíba

Um jovem de 18 anos é procurado, suspeito de participar do assassinato do padre Pedro Gomes Bezerra, na noite de quinta-feira (24), com 29 facadas. Segundo a polícia, ele foi coroinha da igreja de Borborema no ano de 2014. A informação foi confirmada pelo delegado Diógenes Fernandes, em entrevista à Rádio Correio da Serra. O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) determinou que o adolescente detido nesta terça-feira (29) seja internado e que o ex-coroinha seja preso assim que for localizado.
“Ele foi coroinha da igreja em 2014 e tinha muito contato com o padre que foi morto”, disse o delegado Diógenes Fernandes, sobre o suspeito que ainda é procurado.
O decreto judicial do TJPB foi emitido após representação policial, com parecer da representante do Ministério Público da Comarca, Caroline Freire. De acordo com o juiz, as instituições estão imprimindo todos os esforços, no sentido de mostrar a população da região que o crime não ficará sem resposta do Poder Judiciário.
Sobre o adolescente de 15 anos detido nesta terça, suspeito de matar o padre, o delegado disse que ele está bem orientado, pois possivelmente, passou esses seis dias em contato com algum advogado, inclusive está colocando a culpa na vítima e assumindo a totalidade do assassinato, admitindo que foi o autor de todas as facadas.
De acordo com o delegado Diógenes Fernandes, os suspeitos estavam reunidos com o padre em clima descontraído, inclusive havendo o consumo de bebidas alcoólicas momentos antes do crime. “Eles consumiram bebida alcoólica juntos com o padre e logo em seguida efetuaram o crime”, revelou o delegado.
O adolescente foi apreendido nesta terça-feira (29), na cidade de Arara. O segundo suspeito de 18 anos ainda é procurado pela polícia, mas pode ser preso a qualquer momento.
Um jovem de 18 anos é procurado, suspeito de participar do assassinato do padre Pedro Gomes Bezerra, na noite de quinta-feira (24), com 29 facadas. Segundo a polícia, ele foi coroinha da igreja de Borborema no ano de 2014. A informação foi confirmada pelo delegado Diógenes Fernandes, em entrevista à Rádio Correio da Serra. O Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) determinou que o adolescente detido nesta terça-feira (29) seja internado e que o ex-coroinha seja preso assim que for localizado.
“Ele foi coroinha da igreja em 2014 e tinha muito contato com o padre que foi morto”, disse o delegado Diógenes Fernandes, sobre o suspeito que ainda é procurado.
O decreto judicial do TJPB foi emitido após representação policial, com parecer da representante do Ministério Público da Comarca, Caroline Freire. De acordo com o juiz, as instituições estão imprimindo todos os esforços, no sentido de mostrar a população da região que o crime não ficará sem resposta do Poder Judiciário.
Sobre o adolescente de 15 anos detido nesta terça, suspeito de matar o padre, o delegado disse que ele está bem orientado, pois possivelmente, passou esses seis dias em contato com algum advogado, inclusive está colocando a culpa na vítima e assumindo a totalidade do assassinato, admitindo que foi o autor de todas as facadas.
De acordo com o delegado Diógenes Fernandes, os suspeitos estavam reunidos com o padre em clima descontraído, inclusive havendo o consumo de bebidas alcoólicas momentos antes do crime. “Eles consumiram bebida alcoólica juntos com o padre e logo em seguida efetuaram o crime”, revelou o delegado.
O adolescente foi apreendido nesta terça-feira (29), na cidade de Arara. O segundo suspeito de 18 anos ainda é procurado pela polícia, mas pode ser preso a qualquer momento.