Acidente grave com ônibus deixa mortos e feridos na BR-146

onibuusPelo menos seis pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em um grave acidente na madrugada deste sábado (2) na BR-146, próximo a Serra do Salitre, no Alto Paranaíba.
De acordo com as informações preliminares do Corpo de Bombeiros de Patos de Minas, o ônibus em que elas estavam perdeu o controle ao sair de uma curva no Km 87 da rodovia, tombou e caiu dentro de uma vala.
Inicialmente, os bombeiros informaram que eram nove mortos, mas em seguida corrigiram a informação para cinco. Por volta das 10h30, os militares confirmaram que o número de vítimas subiu para seis. A maioria dos feridos está estável, mas há risco de novas mortes em alguns casos.
Os militares precisaram da ajuda de um guincho e de um guindaste para levantar o veículo e retirar as vítimas. Ainda conforme os bombeiros, o motorista relatou que havia 46 passageiros no veículo, mas os órgãos envolvidos no socorro, atendimento e remoção das vítimas ainda estão levantando informações sobre o número final.
A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) foi acionada e fechou a rodovia nos dois sentidos. Após os atendimentos, a via foi liberada. Os trabalhos de resgate contaram com duas equipes do Corpo de Bombeiros de Araxá, duas de Patrocínio e cinco de Patos de Minas, a maioria composta por militares que estavam de folga.
FERIDOS ESTÃO EM HOSPITAIS DA REGIÃO
Doze pessoas foram socorridas e levadas para a Santa Casa de Patrocínio. De acordo com a unidade, entre as vítimas estão duas crianças e dois adolescentes. Todos estão estáveis e sem risco iminente de morte.
Outros sete feridos foram conduzidos para o Hospital Regional de Patos de Minas, entre eles, uma mulher em estado grave que teve os dois braços amputados. A reportagem entrou em contato com a unidade para saber o estado de saúde das vítimas, mas as ligações não foram atendidas.
Cinco vítimas deram entrada no Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Araxá. Ums delas faleceu, três estão estáveis e sem risco aparente de morte. Um ainda precisa passar por avaliação, pois está com muitas fraturas.
Outros passageiros que tiveram ferimentos leves já receberam alta ou recusaram atendimentos.
O tenente Lucas Ribeiro Maia, do batalhão dos bombeiros de Patos de Minas, era um dos militares em regime de folga e auxiliou no resgate das vítimas. “No local foram quatro vítimas fatais, sendo três do sexo masculino e uma mulher. Tivemos a informação de que outra vítima que foi socorrida com vida também não resistiu”, disse.
“Estava difícil realizar os trabalhos, porque o ônibus caiu em um buraco, com terra dos dois lados, então o acesso era muito complicado”, contou.
DOAÇÕES
A Santa Casa de Patrocínio está solicitando aos moradores da região doações de roupas, sapatos, fraldas descartáveis e produtos de higiene para as vítimas internadas na unidade.
O apelo foi postado na página da unidade hospitalar, na manhã deste sábado, reforçando que os pacientes se tratam de pessoas carentes.
Entre as vítimas encaminhadas a Patrocínio, estão bebês, crianças e adolescentes. Os materiais podem ser deixados na recepção do hospital que fica na Praça Honorico Nunes, nº 522, no Centro da cidade ou na Rua Expedito Dias, nº 1.321, no Bairro São Benedito.
G1
onibuusPelo menos seis pessoas morreram e dezenas ficaram feridas em um grave acidente na madrugada deste sábado (2) na BR-146, próximo a Serra do Salitre, no Alto Paranaíba.
De acordo com as informações preliminares do Corpo de Bombeiros de Patos de Minas, o ônibus em que elas estavam perdeu o controle ao sair de uma curva no Km 87 da rodovia, tombou e caiu dentro de uma vala.
Inicialmente, os bombeiros informaram que eram nove mortos, mas em seguida corrigiram a informação para cinco. Por volta das 10h30, os militares confirmaram que o número de vítimas subiu para seis. A maioria dos feridos está estável, mas há risco de novas mortes em alguns casos.
Os militares precisaram da ajuda de um guincho e de um guindaste para levantar o veículo e retirar as vítimas. Ainda conforme os bombeiros, o motorista relatou que havia 46 passageiros no veículo, mas os órgãos envolvidos no socorro, atendimento e remoção das vítimas ainda estão levantando informações sobre o número final.
A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) foi acionada e fechou a rodovia nos dois sentidos. Após os atendimentos, a via foi liberada. Os trabalhos de resgate contaram com duas equipes do Corpo de Bombeiros de Araxá, duas de Patrocínio e cinco de Patos de Minas, a maioria composta por militares que estavam de folga.
FERIDOS ESTÃO EM HOSPITAIS DA REGIÃO
Doze pessoas foram socorridas e levadas para a Santa Casa de Patrocínio. De acordo com a unidade, entre as vítimas estão duas crianças e dois adolescentes. Todos estão estáveis e sem risco iminente de morte.
Outros sete feridos foram conduzidos para o Hospital Regional de Patos de Minas, entre eles, uma mulher em estado grave que teve os dois braços amputados. A reportagem entrou em contato com a unidade para saber o estado de saúde das vítimas, mas as ligações não foram atendidas.
Cinco vítimas deram entrada no Pronto Atendimento Municipal (PAM) de Araxá. Ums delas faleceu, três estão estáveis e sem risco aparente de morte. Um ainda precisa passar por avaliação, pois está com muitas fraturas.
Outros passageiros que tiveram ferimentos leves já receberam alta ou recusaram atendimentos.
O tenente Lucas Ribeiro Maia, do batalhão dos bombeiros de Patos de Minas, era um dos militares em regime de folga e auxiliou no resgate das vítimas. “No local foram quatro vítimas fatais, sendo três do sexo masculino e uma mulher. Tivemos a informação de que outra vítima que foi socorrida com vida também não resistiu”, disse.
“Estava difícil realizar os trabalhos, porque o ônibus caiu em um buraco, com terra dos dois lados, então o acesso era muito complicado”, contou.
DOAÇÕES
A Santa Casa de Patrocínio está solicitando aos moradores da região doações de roupas, sapatos, fraldas descartáveis e produtos de higiene para as vítimas internadas na unidade.
O apelo foi postado na página da unidade hospitalar, na manhã deste sábado, reforçando que os pacientes se tratam de pessoas carentes.
Entre as vítimas encaminhadas a Patrocínio, estão bebês, crianças e adolescentes. Os materiais podem ser deixados na recepção do hospital que fica na Praça Honorico Nunes, nº 522, no Centro da cidade ou na Rua Expedito Dias, nº 1.321, no Bairro São Benedito.
G1