Policial civil fica ferido após briga de trânsito com PM do Bope acabar em tiros no Rio

Um policial civil ficou ferido na noite de sábado (2) depois que um policial militar atirou contra ele e sua esposa em uma briga de trânsito na Rua Alcatifa, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. O PM, do Bope, foi preso.
A discussão começou por volta de 21h, depois que o policial civil e um parente do PM se envolveram numa colisão de veículos. O militar do Bope foi chamado ao local e teria disparado contra o colega e contra a esposa dele, que também estava no local. Em nota, a PM afirma que o policial civil foi ferido por estilhaços.
A mulher chegou a se jogar em um rio para fugir dos disparos, enquanto o marido dela foi baleado na perna e levado ao Hospital Rocha Faria. O quadro de saúde dele é estável, após passar por uma cirurgia.
Francisco Cândido da Silva Junior foi levado para a 35ª DP (Campo Grande), antes de ser preso no Batalhão Especial Prisional.
G1

Um policial civil ficou ferido na noite de sábado (2) depois que um policial militar atirou contra ele e sua esposa em uma briga de trânsito na Rua Alcatifa, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. O PM, do Bope, foi preso.
A discussão começou por volta de 21h, depois que o policial civil e um parente do PM se envolveram numa colisão de veículos. O militar do Bope foi chamado ao local e teria disparado contra o colega e contra a esposa dele, que também estava no local. Em nota, a PM afirma que o policial civil foi ferido por estilhaços.
A mulher chegou a se jogar em um rio para fugir dos disparos, enquanto o marido dela foi baleado na perna e levado ao Hospital Rocha Faria. O quadro de saúde dele é estável, após passar por uma cirurgia.
Francisco Cândido da Silva Junior foi levado para a 35ª DP (Campo Grande), antes de ser preso no Batalhão Especial Prisional.
G1