Furacão Irma destrói casa de bilionário em ilha particular nas lhas Virgens Britânicas

bili3O magnata britânico Richard Branson divulgou, nesta segunda-feira (11), imagens do rastro de destruição deixado pelo furacão Irma em Necker, sua ilha particular nas llhas Virgens Britânicas.
Assista ao vídeo.
Em um texto, publicado no site do Virgin Group, ele conta que está em Porto Rico, de onde tenta mobilizar recursos e ajuda humanitária para reconstruir os territórios atingidos pelo Irma – pelo menos 28 pessoas morreram na passagem do furacão pelo Caribe.
“Essa história é sobre as dezenas de milhares de pessoas que perderam suas casas e seus meios de subsistência. Nós viemos em primeira-mão como feroz e impiedosa foi a tempestade”, conta o bilionário, que diz que ninguém que estava em Necker durante a passagem do Irma ficou ferido.

Em seu apelo, Branson diz que o governo do Reino Unido vai ter um “papel massivo” na recuperação dos territórios, tanto na recuperação de curto prazo como na de longo prazo.
“Como um grupo, nós estamos mobilizando ajuda da Cruz Vermelha britânica, trazendo suprimentos através da Virgin Atlantic, e usando nossa fundação Vigin Unite para coordenar o levantamento de recursos para projetos de reconstrução a longo prazo”.
Desde 2013 Branson vive na ilha particular. Ela foi comprada em 1978 por US$ 180 mil.
G1

bili3O magnata britânico Richard Branson divulgou, nesta segunda-feira (11), imagens do rastro de destruição deixado pelo furacão Irma em Necker, sua ilha particular nas llhas Virgens Britânicas.
Assista ao vídeo.
Em um texto, publicado no site do Virgin Group, ele conta que está em Porto Rico, de onde tenta mobilizar recursos e ajuda humanitária para reconstruir os territórios atingidos pelo Irma – pelo menos 28 pessoas morreram na passagem do furacão pelo Caribe.
“Essa história é sobre as dezenas de milhares de pessoas que perderam suas casas e seus meios de subsistência. Nós viemos em primeira-mão como feroz e impiedosa foi a tempestade”, conta o bilionário, que diz que ninguém que estava em Necker durante a passagem do Irma ficou ferido.

Em seu apelo, Branson diz que o governo do Reino Unido vai ter um “papel massivo” na recuperação dos territórios, tanto na recuperação de curto prazo como na de longo prazo.
“Como um grupo, nós estamos mobilizando ajuda da Cruz Vermelha britânica, trazendo suprimentos através da Virgin Atlantic, e usando nossa fundação Vigin Unite para coordenar o levantamento de recursos para projetos de reconstrução a longo prazo”.
Desde 2013 Branson vive na ilha particular. Ela foi comprada em 1978 por US$ 180 mil.
G1