Suspeito de estuprar menina de 11 anos chora: ‘Estou arrependido e peço perdão’

perdao“Estou muito decepcionado comigo mesmo. Estou muito arrependido e peço [perdão] a minha mãe e meus filhos e meus irmãos que estão me assistindo. Só quero que meus filhos e minha mãe me perdoem”. Foi chorando e com essas palavras que Odmilson Barbosa da Silva, de 50 anos, suspeito de estuprar e engravidar a enteada de 11 anos, reagiu ao ter a prisão preventiva mantida durante audiência de custódia nessa segunda-feira (18).
Após a audiência, o suspeito do crime foi encaminhado ao pavilhão PB 4, no Presídio do Roger, setor onde permanecem presos que não pertencem a facções criminosas e presos por estupro.
Apesar de não confessar claramente que estuprou a menina, ele chora e diz que se arrepende.
O caso ganhou repercussão quando a criança deu à luz a seu primeiro filho, no último domingo (10), numa maternidade de João Pessoa. O padrasto estava sendo procurado, suspeito de ter estuprado a criança desde quando ela tinha dez anos.
Ele foi encontrado na casa de parentes, onde estava se escondendo.

perdao“Estou muito decepcionado comigo mesmo. Estou muito arrependido e peço [perdão] a minha mãe e meus filhos e meus irmãos que estão me assistindo. Só quero que meus filhos e minha mãe me perdoem”. Foi chorando e com essas palavras que Odmilson Barbosa da Silva, de 50 anos, suspeito de estuprar e engravidar a enteada de 11 anos, reagiu ao ter a prisão preventiva mantida durante audiência de custódia nessa segunda-feira (18).
Após a audiência, o suspeito do crime foi encaminhado ao pavilhão PB 4, no Presídio do Roger, setor onde permanecem presos que não pertencem a facções criminosas e presos por estupro.
Apesar de não confessar claramente que estuprou a menina, ele chora e diz que se arrepende.
O caso ganhou repercussão quando a criança deu à luz a seu primeiro filho, no último domingo (10), numa maternidade de João Pessoa. O padrasto estava sendo procurado, suspeito de ter estuprado a criança desde quando ela tinha dez anos.
Ele foi encontrado na casa de parentes, onde estava se escondendo.