Ministro da Defesa autoriza cerco do Exército à favela da Rocinha

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta sexta-feira (22) à GloboNews que autorizou o Exército a fazer um cerco à favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. Segundo Jungmann, ainda não há decisão sobre a entrada de militares na comunidade.
Nesta manhã, o governador fluminense Luiz Fernando Pezão e o secretário de Segurança Pública do estado, Roberto Sá, pediram ao ministério para que as Forças Armadas fossem enviadas à comunidade localizada na Zona Sul do Rio.
Desde as 9h30 desta sexta-feira, a favela enfrenta um intenso tiroteio entre policiais e criminosos. Logo em seguida, começou a ser montado no Centro Integrado de Comando e Controle, no Centro, um gabinete de crise para coordenar a operação.
Na manhã desta sexta, o ministro da Defesa se reuniu com a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para tratar da crise de segurança pública no Rio de Janeiro.
G1

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou nesta sexta-feira (22) à GloboNews que autorizou o Exército a fazer um cerco à favela da Rocinha, no Rio de Janeiro. Segundo Jungmann, ainda não há decisão sobre a entrada de militares na comunidade.
Nesta manhã, o governador fluminense Luiz Fernando Pezão e o secretário de Segurança Pública do estado, Roberto Sá, pediram ao ministério para que as Forças Armadas fossem enviadas à comunidade localizada na Zona Sul do Rio.
Desde as 9h30 desta sexta-feira, a favela enfrenta um intenso tiroteio entre policiais e criminosos. Logo em seguida, começou a ser montado no Centro Integrado de Comando e Controle, no Centro, um gabinete de crise para coordenar a operação.
Na manhã desta sexta, o ministro da Defesa se reuniu com a nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para tratar da crise de segurança pública no Rio de Janeiro.
G1