GPS de carro roubado leva a ponto de apoio ao tráfico e PM acha maconha importada

Uma casa que servia como apoio ao tráfico de drogas no bairro de Paratibe, Zona Sul de João Pessoa, foi localizada na manhã desta quarta-feira (27) em operação da Polícia Militar. Na residência, foram encontradas balanças de precisão e tabletes de substância semelhante a maconha. Pela qualidade da técnica de prensagem, a polícia acredita que a droga tenha sido importada. Ela passará por perícia. Nenhum suspeito foi preso.
Segundo a PM, a casa foi localizada por meio de rastreamento de um carro que havia sido roubado nessa terça (26), no Treze de Maio. Duas mulheres da cidade de Pombal, no Sertão, ocupavam o veículo. As vítimas tinham vindo à Capital por causa do tratamento contra câncer que uma delas enfrenta. Uma das mulheres foi agredida durante o roubo e quase atropelada no momento em que os bandidos fugiam com o carro.
Quando recebeu a denúncia, a polícia passou a monitorar o sistema de GPS do veículo. Nas primeiras horas desta quarta a operação foi deflagrada para recuperar o veículo. Na casa não havia suspeitos, mas a polícia investiga a identidade dos responsáveis pelo imóvel. Lá, além do material ligado a tráfico e do carro roubado, só existia um fogão e um colchão.
As drogas e as balanças de precisão foram apreendidas e levadas para a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel.

Uma casa que servia como apoio ao tráfico de drogas no bairro de Paratibe, Zona Sul de João Pessoa, foi localizada na manhã desta quarta-feira (27) em operação da Polícia Militar. Na residência, foram encontradas balanças de precisão e tabletes de substância semelhante a maconha. Pela qualidade da técnica de prensagem, a polícia acredita que a droga tenha sido importada. Ela passará por perícia. Nenhum suspeito foi preso.
Segundo a PM, a casa foi localizada por meio de rastreamento de um carro que havia sido roubado nessa terça (26), no Treze de Maio. Duas mulheres da cidade de Pombal, no Sertão, ocupavam o veículo. As vítimas tinham vindo à Capital por causa do tratamento contra câncer que uma delas enfrenta. Uma das mulheres foi agredida durante o roubo e quase atropelada no momento em que os bandidos fugiam com o carro.
Quando recebeu a denúncia, a polícia passou a monitorar o sistema de GPS do veículo. Nas primeiras horas desta quarta a operação foi deflagrada para recuperar o veículo. Na casa não havia suspeitos, mas a polícia investiga a identidade dos responsáveis pelo imóvel. Lá, além do material ligado a tráfico e do carro roubado, só existia um fogão e um colchão.
As drogas e as balanças de precisão foram apreendidas e levadas para a Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel.