Cruzeiro vence nos pênaltis e é campeão da Copa do Brasil

O Cruzeiro se sagrou campeão da Copa do Brasil 2017, após vencer o Flamengo na disputa por pênaltis na noite dessa quarta-feira (27). A estrela do goleiro Fábio brilhou após pegar o pênalti decisivo cobrado por Diego.
O primeiro jogo da decisão, no Maracanã, havia terminado em 1×1, como na final da competição não existe o critério do gol marcado fora de casa, qualquer empate levaria a decisão para os pênaltis. E foi justamente o que aconteceu. Após um jogo duro e parelho, com leve superioridade do Cruzeiro na segunda etapa, o título seria decidido nos pênaltis. Na disputa, Hudson, Léo, Diogo Barbosa, Henrique e Thiago Neves marcaram para o Cruzeiro. Pelo Flamengo, Guerrero, Juan e Trauco acertaram suas cobranças, mas Diego desperdiçou.
Com mais um título da competição nacional, o Cruzeiro chega a sua quinta conquista da Copa do Brasil e se iguala ao Grêmio como maior campeão do torneio no País. A conquista é a segunda no currículo do técnico Mano Menezes, que já havia ganhado a taça pelo Corinthians, em 2009.
R7
O Cruzeiro se sagrou campeão da Copa do Brasil 2017, após vencer o Flamengo na disputa por pênaltis na noite dessa quarta-feira (27). A estrela do goleiro Fábio brilhou após pegar o pênalti decisivo cobrado por Diego.
O primeiro jogo da decisão, no Maracanã, havia terminado em 1×1, como na final da competição não existe o critério do gol marcado fora de casa, qualquer empate levaria a decisão para os pênaltis. E foi justamente o que aconteceu. Após um jogo duro e parelho, com leve superioridade do Cruzeiro na segunda etapa, o título seria decidido nos pênaltis. Na disputa, Hudson, Léo, Diogo Barbosa, Henrique e Thiago Neves marcaram para o Cruzeiro. Pelo Flamengo, Guerrero, Juan e Trauco acertaram suas cobranças, mas Diego desperdiçou.
Com mais um título da competição nacional, o Cruzeiro chega a sua quinta conquista da Copa do Brasil e se iguala ao Grêmio como maior campeão do torneio no País. A conquista é a segunda no currículo do técnico Mano Menezes, que já havia ganhado a taça pelo Corinthians, em 2009.
R7