Jovem é morto a tiros ao tentar assaltar loja em Campina Grande

Um adolescente de 17 anos foi assassinado a tiros na manhã deste sábado (30), em Campina Grande, após tentar assaltar uma loja de ferragens. O caso aconteceu no bairro da Palmeira, por volta das 11h, e o atirador não foi encontrado.
Leia mais Notícias no Portal Correio
Segundo a Polícia Militar, com base no relato de testemunhas, o jovem chegou ao estabelecimento em uma moto, acompanhado de um cúmplice. Ele invadiu a loja usando capacete, se dirigiu ao caixa e anunciou o assalto. Porém, acabou sendo surpreendido por outra pessoa armada, que disparou vários tiros contra o assaltante. O atirador seria um cliente da loja.
O jovem foi atingido na cabeça, tórax e braço. Ele morreu ainda no local. A polícia foi acionada e apreendeu a arma que o assaltante usaria para intimidar comerciantes e clientes. O corpo dele foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol).
Até a publicação desta matéria, o suspeito de matar o jovem não tinha sido identificado. A pessoa que dava apoio ao assalto e esperava a vítima do lado de fora da loja também fugiu.

Um adolescente de 17 anos foi assassinado a tiros na manhã deste sábado (30), em Campina Grande, após tentar assaltar uma loja de ferragens. O caso aconteceu no bairro da Palmeira, por volta das 11h, e o atirador não foi encontrado.
Leia mais Notícias no Portal Correio
Segundo a Polícia Militar, com base no relato de testemunhas, o jovem chegou ao estabelecimento em uma moto, acompanhado de um cúmplice. Ele invadiu a loja usando capacete, se dirigiu ao caixa e anunciou o assalto. Porém, acabou sendo surpreendido por outra pessoa armada, que disparou vários tiros contra o assaltante. O atirador seria um cliente da loja.
O jovem foi atingido na cabeça, tórax e braço. Ele morreu ainda no local. A polícia foi acionada e apreendeu a arma que o assaltante usaria para intimidar comerciantes e clientes. O corpo dele foi levado para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol).
Até a publicação desta matéria, o suspeito de matar o jovem não tinha sido identificado. A pessoa que dava apoio ao assalto e esperava a vítima do lado de fora da loja também fugiu.