PB recebe R$ 1,1 milhão para combate ao Aedes

combatePara intensificar as medidas de prevenção e combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do vírus zika neste verão, o Ministério da Saúde vai repassar recursos para todos os municípios brasileiros e ao Distrito Federal. A Paraíba vai receber mais de um milhão de reais extra.
O recebimento do recurso foi condicionado ao cumprimento de alguns critérios. Entre eles, os municípios deveriam realizar o Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti, conhecido como LIRAa. A regra vale para cidades com mais de dois mil imóveis. E os municípios com menos de duas mil habitações, deveriam realizar o Levantamento de Índice Amostral.
O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, considera de fundamental importância este recurso extra para as ações de prevenção e controle do mosquito.
“Há um grande investimento no combate ao mosquito. É uma determinação do presidente Michel Temer e nós esperamos terminar 2017 com estatísticas mais favoráveis na questão do resultado do combate que será feito com a ajuda de cada cidadão. Por favor, cada cidadão está convocado a nos ajudar a combater o mosquito”.
Elaborado pelo Ministério da Saúde, em conjunto com estados e municípios, o LIRAa é considerado um instrumento fundamental para orientar as ações de controle da dengue, o que possibilita aos gestores locais de saúde anteciparem as ações de prevenção.
MaisPB
combatePara intensificar as medidas de prevenção e combate ao mosquito transmissor da dengue, chikungunya e do vírus zika neste verão, o Ministério da Saúde vai repassar recursos para todos os municípios brasileiros e ao Distrito Federal. A Paraíba vai receber mais de um milhão de reais extra.
O recebimento do recurso foi condicionado ao cumprimento de alguns critérios. Entre eles, os municípios deveriam realizar o Levantamento Rápido de Índice de Infestação por Aedes aegypti, conhecido como LIRAa. A regra vale para cidades com mais de dois mil imóveis. E os municípios com menos de duas mil habitações, deveriam realizar o Levantamento de Índice Amostral.
O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, considera de fundamental importância este recurso extra para as ações de prevenção e controle do mosquito.
“Há um grande investimento no combate ao mosquito. É uma determinação do presidente Michel Temer e nós esperamos terminar 2017 com estatísticas mais favoráveis na questão do resultado do combate que será feito com a ajuda de cada cidadão. Por favor, cada cidadão está convocado a nos ajudar a combater o mosquito”.
Elaborado pelo Ministério da Saúde, em conjunto com estados e municípios, o LIRAa é considerado um instrumento fundamental para orientar as ações de controle da dengue, o que possibilita aos gestores locais de saúde anteciparem as ações de prevenção.
MaisPB