Motorista bêbado sobe em calçada, mata família e é espancado em SP

Uma mulher de 52 anos e a neta dela, de 4, morreram após serem atropeladas por um veículo conduzido por um motorista embriagado em Guarujá, no litoral de São Paulo, nesta quinta-feira (12). O condutor foi espancado por populares após o acidente e precisou ser levado ao hospital.
O atropelamento ocorreu no km 6 da Rodovia Ariovaldo de Almeida Viana, conhecida como Estrada de Pernambuco, que interliga Guarujá a Bertioga. Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR), o condutor perdeu o controle da direção e avançou a calçada, atingindo as duas.
A mulher foi identificada como Nair Santana e, a criança, Betina Santana. A polícia informou que a mulher morreu no local ao ser atingida pelo veículo, que invadiu uma casa. A menina, em estado grave, foi socorrida ao Hospital Santo Amaro, mas também não resistiu aos ferimentos.
A Polícia Rodoviária ainda informou que o motorista Bruno Lopes dos Santos, de 29 anos, estava alcoolizado e que foi espancado por populares antes da chegada das equipes. Com o acidente e com as agressões, ele também ficou ferido e foi encaminhado com escoriações para o mesmo hospital.
A assessoria de imprensa do Hospital Santo Amaro confirmou que ele estava embriagado. Após ser atendido pelos médicos, o condutor foi liberado e levado para a Delegacia Sede da cidade, onde prestava depoimento até o final da noite. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML).
G1

Uma mulher de 52 anos e a neta dela, de 4, morreram após serem atropeladas por um veículo conduzido por um motorista embriagado em Guarujá, no litoral de São Paulo, nesta quinta-feira (12). O condutor foi espancado por populares após o acidente e precisou ser levado ao hospital.
O atropelamento ocorreu no km 6 da Rodovia Ariovaldo de Almeida Viana, conhecida como Estrada de Pernambuco, que interliga Guarujá a Bertioga. Segundo informações da Polícia Militar Rodoviária (PMR), o condutor perdeu o controle da direção e avançou a calçada, atingindo as duas.
A mulher foi identificada como Nair Santana e, a criança, Betina Santana. A polícia informou que a mulher morreu no local ao ser atingida pelo veículo, que invadiu uma casa. A menina, em estado grave, foi socorrida ao Hospital Santo Amaro, mas também não resistiu aos ferimentos.
A Polícia Rodoviária ainda informou que o motorista Bruno Lopes dos Santos, de 29 anos, estava alcoolizado e que foi espancado por populares antes da chegada das equipes. Com o acidente e com as agressões, ele também ficou ferido e foi encaminhado com escoriações para o mesmo hospital.
A assessoria de imprensa do Hospital Santo Amaro confirmou que ele estava embriagado. Após ser atendido pelos médicos, o condutor foi liberado e levado para a Delegacia Sede da cidade, onde prestava depoimento até o final da noite. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML).
G1