Stiupb e Sintab levam centenas de trabalhadores às ruas contra projeto de privatizações do Governo Romero

????????????????????????????????????

Centenas de trabalhadores da Cagepa e do serviço público municipal ocuparam as ruas de Campina Grande, nesta terça-feira (17), contra Projeto de privatizações do Governo Romero Rodrigues (PSDB). A atividade foi iniciada com uma assembleia na AABB, seguido de uma caminhada até o Gabinete do Prefeito, com ocupação do hall de entrada por alguns instantes e posterior ocupação da Câmara de Vereadores, onde houve impedimento de acesso à “Casa Legislativa”, no local destinado às pessoas do povo.

Em suas falas, o presidente do Stiupb lamentou mais uma vez que o prefeito esteja tentando transformar o serviço público num balcão de negócios e entregar os destinos da cidade, principalmente Saúde, Educação e serviços de Água e Esgoto, para a iniciativa privada.

“E não adianta Secretário ir pra imprensa dizer que não se trata de privatização, mas é com todas as letras. E isso é um retrocesso, pois o País tem observado um modelo de parceria público/privada que tem surrupiado os cofres públicos. E a corrupção sempre tem sido entre setores privados e políticos e nunca com a participação de servidores públicos”, destacou Wilton Maia.

O presidente do Stiupb denunciou que até para cuidar das ruas da cidade o prefeito esteja querendo a privatização, além de querer também entregar para a iniciativa privada os Postos de Saúde. “Eles já terceirizaram até a iluminação pública, através da empresa Lançar, que está faturando muito com o dinheiro público”.

O Projeto de Lei foi protocolado na Câmara dia 03 passado, com pedido de urgência para votação. Ele prevê que a Prefeitura possa realizar parcerias público-privadas no serviço público da Saúde, Educação, infraestrutura, Informática, Internet, o futuro Centro Administrativo que pretende ser construído, além de gerir os serviços de água e esgoto, hoje administrados pela Cagepa.

????????????????????????????????????

Centenas de trabalhadores da Cagepa e do serviço público municipal ocuparam as ruas de Campina Grande, nesta terça-feira (17), contra Projeto de privatizações do Governo Romero Rodrigues (PSDB). A atividade foi iniciada com uma assembleia na AABB, seguido de uma caminhada até o Gabinete do Prefeito, com ocupação do hall de entrada por alguns instantes e posterior ocupação da Câmara de Vereadores, onde houve impedimento de acesso à “Casa Legislativa”, no local destinado às pessoas do povo.

Em suas falas, o presidente do Stiupb lamentou mais uma vez que o prefeito esteja tentando transformar o serviço público num balcão de negócios e entregar os destinos da cidade, principalmente Saúde, Educação e serviços de Água e Esgoto, para a iniciativa privada.

“E não adianta Secretário ir pra imprensa dizer que não se trata de privatização, mas é com todas as letras. E isso é um retrocesso, pois o País tem observado um modelo de parceria público/privada que tem surrupiado os cofres públicos. E a corrupção sempre tem sido entre setores privados e políticos e nunca com a participação de servidores públicos”, destacou Wilton Maia.

O presidente do Stiupb denunciou que até para cuidar das ruas da cidade o prefeito esteja querendo a privatização, além de querer também entregar para a iniciativa privada os Postos de Saúde. “Eles já terceirizaram até a iluminação pública, através da empresa Lançar, que está faturando muito com o dinheiro público”.

O Projeto de Lei foi protocolado na Câmara dia 03 passado, com pedido de urgência para votação. Ele prevê que a Prefeitura possa realizar parcerias público-privadas no serviço público da Saúde, Educação, infraestrutura, Informática, Internet, o futuro Centro Administrativo que pretende ser construído, além de gerir os serviços de água e esgoto, hoje administrados pela Cagepa.