Se preparando para a guerra, Coreia do Norte treina evacuação em massa

guerraAs autoridades norte-coreanas realizaram exercícios de evacuação em massa em diversas cidades do país, em uma possível “preparação para uma guerra”, informa o portal norte-americano de análise “NK News”.
De acordo com a informação disponível, os simulacros teriam sido realizados ao longo desta semana, mas não em Pyongyang, na capital, possivelmente para não chamar a atenção da comunidade internacional.
Além disso, a publicação relata que, no âmbito desses exercícios, também foram realizadas manobras de corte de energia, em que cidades inteiras apagaram todas as luzes durante a noite, com o fim de provocar a desorientação “do inimigo”.
“Não estou surpreso, devem perceber o quão grave é a situação atual”, assinalaram fontes citadas pelo “NK News”, que acrescentou que a última vez que o país levou a cabo exercícios semelhantes foi em 2003.
+ Contra intervenção de Madri, líder catalão pede oposição democrática
A notícia sobre estes exercícios aparece em meio à crescente escalada de tensão entre a Coreia do Norte e os EUA. O conflito entre Pyongyang e Washington aumentou depois das manobras conjuntas da Coreia do Sul e dos EUA, que visaram treinar um ataque contra a Coreia do Norte em caso de guerra. A Coreia do Norte se sentiu ameaçada e passou a aumentar seu potencial de mísseis e nuclear.
Neste sábado (28), o secretário de Defesa norte-americano, James Mattis, advertiu Pyongyang de que “qualquer ataque contra os Estados Unidos ou nossos aliados, e qualquer uso de armas nucleares por parte da Coreia do Norte, terá uma resposta militar massiva”.
Com informações do Sputnik Brasil.
MSN

guerraAs autoridades norte-coreanas realizaram exercícios de evacuação em massa em diversas cidades do país, em uma possível “preparação para uma guerra”, informa o portal norte-americano de análise “NK News”.
De acordo com a informação disponível, os simulacros teriam sido realizados ao longo desta semana, mas não em Pyongyang, na capital, possivelmente para não chamar a atenção da comunidade internacional.
Além disso, a publicação relata que, no âmbito desses exercícios, também foram realizadas manobras de corte de energia, em que cidades inteiras apagaram todas as luzes durante a noite, com o fim de provocar a desorientação “do inimigo”.
“Não estou surpreso, devem perceber o quão grave é a situação atual”, assinalaram fontes citadas pelo “NK News”, que acrescentou que a última vez que o país levou a cabo exercícios semelhantes foi em 2003.
+ Contra intervenção de Madri, líder catalão pede oposição democrática
A notícia sobre estes exercícios aparece em meio à crescente escalada de tensão entre a Coreia do Norte e os EUA. O conflito entre Pyongyang e Washington aumentou depois das manobras conjuntas da Coreia do Sul e dos EUA, que visaram treinar um ataque contra a Coreia do Norte em caso de guerra. A Coreia do Norte se sentiu ameaçada e passou a aumentar seu potencial de mísseis e nuclear.
Neste sábado (28), o secretário de Defesa norte-americano, James Mattis, advertiu Pyongyang de que “qualquer ataque contra os Estados Unidos ou nossos aliados, e qualquer uso de armas nucleares por parte da Coreia do Norte, terá uma resposta militar massiva”.
Com informações do Sputnik Brasil.
MSN