Empresa de transporte de valores é assaltada por mais de 30 homens

Mais de 30 bandidos usaram armamento pesado para roubar uma empresa de transporte de valores na madrugada desta segunda-feira (6) em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Por volta das 3h, os moradores acordaram em pânico com o barulho dos tiros. “Foi muito tiro. Muito barulho. Eu fiquei com muito medo”, disse uma moradora.
Durante a ação os bandidos queimaram carros para impedir a aproximação da polícia. Câmeras do circuito interno de um posto de combustíveis flagraram a chegada do grupo. Na imagem aproximada, dá para ver homens fortemente armados, e usando capacetes e coletes a prova de bala.
“Foram duas horas de terror, tiroteio e bomba”, contou outra moradora.
O alvo foi uma empresa de transporte de valores. Parte do prédio ficou destruída. A polícia isolou todos os quarteirões próximos à sede e encontrou cilindros usados na explosão para abrir o cofre. “Balançou o telhado, a janela, a porta, tudo”, disse um morador. Moradores recolheram cartuchos e armadilhas feitas com pregos que foram deixadas nas ruas.
Na fuga os bandidos abandonaram os carros na zona rural da cidade. De acordo com a polícia, os seis carros são blindados, não têm placas e em teve até a cor adulterada. A Polícia Federal começou agora o trabalho de perícia para tentar encontrar algum vestígio biológico, digitais e outras pistas que possam ajudar na identificação dos bandidos.
Eles também deixaram para trás um caminhão com 25 quilos de explosivos intactos. O grupo antibomba da Polícia Federal foi chamado e fez a detonação. “Com certeza trata-se de alguém com conhecimento bastante técnico para poder montar estas cargas”, disse Frank Carrijo, chefe do grupo antibomba de Uberlândia.
Segundo os moradores, eles atiraram nos transformadores dos postes de energia e toda a região ficou sem luz por pelo menos cinco horas. Escolas estaduais e municipais suspenderam as aulas de 31 mil alunos pela manhã.
A polícia ainda não prendeu ninguém. A empresa não divulgou a quantia roubada.
G1

Mais de 30 bandidos usaram armamento pesado para roubar uma empresa de transporte de valores na madrugada desta segunda-feira (6) em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Por volta das 3h, os moradores acordaram em pânico com o barulho dos tiros. “Foi muito tiro. Muito barulho. Eu fiquei com muito medo”, disse uma moradora.
Durante a ação os bandidos queimaram carros para impedir a aproximação da polícia. Câmeras do circuito interno de um posto de combustíveis flagraram a chegada do grupo. Na imagem aproximada, dá para ver homens fortemente armados, e usando capacetes e coletes a prova de bala.
“Foram duas horas de terror, tiroteio e bomba”, contou outra moradora.
O alvo foi uma empresa de transporte de valores. Parte do prédio ficou destruída. A polícia isolou todos os quarteirões próximos à sede e encontrou cilindros usados na explosão para abrir o cofre. “Balançou o telhado, a janela, a porta, tudo”, disse um morador. Moradores recolheram cartuchos e armadilhas feitas com pregos que foram deixadas nas ruas.
Na fuga os bandidos abandonaram os carros na zona rural da cidade. De acordo com a polícia, os seis carros são blindados, não têm placas e em teve até a cor adulterada. A Polícia Federal começou agora o trabalho de perícia para tentar encontrar algum vestígio biológico, digitais e outras pistas que possam ajudar na identificação dos bandidos.
Eles também deixaram para trás um caminhão com 25 quilos de explosivos intactos. O grupo antibomba da Polícia Federal foi chamado e fez a detonação. “Com certeza trata-se de alguém com conhecimento bastante técnico para poder montar estas cargas”, disse Frank Carrijo, chefe do grupo antibomba de Uberlândia.
Segundo os moradores, eles atiraram nos transformadores dos postes de energia e toda a região ficou sem luz por pelo menos cinco horas. Escolas estaduais e municipais suspenderam as aulas de 31 mil alunos pela manhã.
A polícia ainda não prendeu ninguém. A empresa não divulgou a quantia roubada.
G1