Mulher é presa com maconha em bolsa de bebê e dinheiro em sapatinho em João Pessoa

sapatinhoUma mulher foi presa em flagrante na tarde desta segunda-feira (13) transportando cerca de 1kg de maconha na bolsa do filho, um bebê de 2 meses, em João Pessoa. Segundo o delegado Braz Morroni, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), além da droga, havia cerca de R$ 1.120 em dinheiro dentro de um par de sapatinhos do bebê.
A Polícia Civil chegou à suspeita por meio de uma denúncia anônima. A prisão aconteceu próximo a um supermercado, no bairro do José Américo. De acordo com o delegado Morroni, ao verificar a denúncia, os agentes perceberam que ela estava nervosa e olhando para os lados. Na abordagem, o material foi encontrado.
Ela foi levada para a delegacia, ouvida e autuada por tráfico de drogas. O depoimento dela à polícia teve várias contradições, conforme explicou o delegado. Ela explicou que tinha buscado a droga em Oitizeiro, mas deu várias versões sobre a finalidade da maconha. Em uma delas, ela informou que seria para uso pessoal.
A mulher deve passar por audiência de custódia e o bebê, que estava com a mãe na hora da prisão, vai ser entregue à avó. A Polícia Civil vai seguir investigando qual era a real procedência da droga e qual seria o destino dela.

G1 PB

sapatinhoUma mulher foi presa em flagrante na tarde desta segunda-feira (13) transportando cerca de 1kg de maconha na bolsa do filho, um bebê de 2 meses, em João Pessoa. Segundo o delegado Braz Morroni, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), além da droga, havia cerca de R$ 1.120 em dinheiro dentro de um par de sapatinhos do bebê.
A Polícia Civil chegou à suspeita por meio de uma denúncia anônima. A prisão aconteceu próximo a um supermercado, no bairro do José Américo. De acordo com o delegado Morroni, ao verificar a denúncia, os agentes perceberam que ela estava nervosa e olhando para os lados. Na abordagem, o material foi encontrado.
Ela foi levada para a delegacia, ouvida e autuada por tráfico de drogas. O depoimento dela à polícia teve várias contradições, conforme explicou o delegado. Ela explicou que tinha buscado a droga em Oitizeiro, mas deu várias versões sobre a finalidade da maconha. Em uma delas, ela informou que seria para uso pessoal.
A mulher deve passar por audiência de custódia e o bebê, que estava com a mãe na hora da prisão, vai ser entregue à avó. A Polícia Civil vai seguir investigando qual era a real procedência da droga e qual seria o destino dela.

G1 PB