Com o filho no colo, PM de folga mata dois assaltantes

Um policial militar de folga reagiu a um assalto, baleou e matou dois homens dentro de uma farmácia localizada na cidade de Campo Limpo Paulista, região de Jundiaí, no interior.
Detalhe: ele estava com o filho no colo.
A ação do sargento Rafael Souza, do 49º Batalhão Metropolitano da Capital, durou 25 segundos e foi gravada pelo circuito interno de câmeras do local.
No final da tarde de sábado (18), o policial militar entrou no estabelecimento com a esposa e a criança, para comprar medicamentos.
Enquanto o balconista atendia a mulher, dois assaltantes com capuzes e arma em punho anunciaram o roubo.
Segundo relatos, um dos suspeitos, Jefferson Alves, de 24 anos, morador de Campo Limpo, apontou a arma na direção de Rafael, que teria se identificado como policial.
De acordo com depoimento do sargento da PM, o suspeito teria tentando disparar contra ele. Na sequência, o policial revidou com a sua pistola.
Durante os tiros, o policial manteve a criança presa em seu braço esquerdo.
Após os disparos, a mãe do garoto correu abaixada entre as gôndolas na direção ao marido, pedindo para ficar com a criança.
O caso está sendo investigado pela delegacia da cidade.

VEJA O VIDEO:

MSN

Um policial militar de folga reagiu a um assalto, baleou e matou dois homens dentro de uma farmácia localizada na cidade de Campo Limpo Paulista, região de Jundiaí, no interior.
Detalhe: ele estava com o filho no colo.
A ação do sargento Rafael Souza, do 49º Batalhão Metropolitano da Capital, durou 25 segundos e foi gravada pelo circuito interno de câmeras do local.
No final da tarde de sábado (18), o policial militar entrou no estabelecimento com a esposa e a criança, para comprar medicamentos.
Enquanto o balconista atendia a mulher, dois assaltantes com capuzes e arma em punho anunciaram o roubo.
Segundo relatos, um dos suspeitos, Jefferson Alves, de 24 anos, morador de Campo Limpo, apontou a arma na direção de Rafael, que teria se identificado como policial.
De acordo com depoimento do sargento da PM, o suspeito teria tentando disparar contra ele. Na sequência, o policial revidou com a sua pistola.
Durante os tiros, o policial manteve a criança presa em seu braço esquerdo.
Após os disparos, a mãe do garoto correu abaixada entre as gôndolas na direção ao marido, pedindo para ficar com a criança.
O caso está sendo investigado pela delegacia da cidade.

VEJA O VIDEO:

MSN