Inácio acusa Genival de irresponsável; presidente do Avante justifica decisão

O deputado Inácio Falcão, expulso do Avante nesta sexta-feira (24), reagiu à decisão do partido e acusou o presidente da legenda, Genival Matias, de ter tido um “surto de loucura e irresponsabilidade”.
“Foi uma atitude irresponsável. Ele vai ter que responder na Justiça e provar se eu fui infiel. Faz cinco semanas que este cidadão falta à Assembleia, depois ele entrou com licença, não sei qual motivo levou ele a fazer isso”, disse.
Já o deputado Genival Matias afirmou que a Comissão responsável pela apuração do crime de infidelidade garantiu ao parlamentar o “amplo direito de defesa”, inclusive com o acompanhamento da direção nacional.
MaisPB

O deputado Inácio Falcão, expulso do Avante nesta sexta-feira (24), reagiu à decisão do partido e acusou o presidente da legenda, Genival Matias, de ter tido um “surto de loucura e irresponsabilidade”.
“Foi uma atitude irresponsável. Ele vai ter que responder na Justiça e provar se eu fui infiel. Faz cinco semanas que este cidadão falta à Assembleia, depois ele entrou com licença, não sei qual motivo levou ele a fazer isso”, disse.
Já o deputado Genival Matias afirmou que a Comissão responsável pela apuração do crime de infidelidade garantiu ao parlamentar o “amplo direito de defesa”, inclusive com o acompanhamento da direção nacional.
MaisPB