Bombeiro morre atropelado após apagar incêndio de caminhão em Conchal, SP

Um bombeiro civil de 60 anos morreu na tarde de sexta-feira (15) após ser atropelado depois de apagar o incêndio de um caminhão, na Rodovia Wilson Finardi (SP-191), que em Conchal.
João Batista Antognolli havia acabado de controlar as chamas, no km 17, quando atravessou a pista e foi atingido por um carro. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
O motorista do carro fugiu sem prestar socorro e ainda não foi identificado. O motorista da carreta não se feriu no incêndio.
O acidente foi registrado no Plantão Central de Araras (SP). O corpo foi enviado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser liberado para a família.
Antognolli trabalhava há 28 anos na Brigada Civil de Mogi Mirim. Ele era casado e tinha uma filha. O enterro será no Cemitério Municipal de Mogi Mirim.
G1

Um bombeiro civil de 60 anos morreu na tarde de sexta-feira (15) após ser atropelado depois de apagar o incêndio de um caminhão, na Rodovia Wilson Finardi (SP-191), que em Conchal.
João Batista Antognolli havia acabado de controlar as chamas, no km 17, quando atravessou a pista e foi atingido por um carro. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
O motorista do carro fugiu sem prestar socorro e ainda não foi identificado. O motorista da carreta não se feriu no incêndio.
O acidente foi registrado no Plantão Central de Araras (SP). O corpo foi enviado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser liberado para a família.
Antognolli trabalhava há 28 anos na Brigada Civil de Mogi Mirim. Ele era casado e tinha uma filha. O enterro será no Cemitério Municipal de Mogi Mirim.
G1