Relatório de Indicadores e Pesquisa de Opinião sobre Sustentabilidade da Capital são apresentados em João Pessoa

relatorioViver o presente de forma a desenvolver ações focadas na sustentabilidade, a fim de se garantir um futuro melhor para “os donos do amanhã”, nunca foi tão necessária. Esta é, em termos, a visão da Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa que, na tarde da última terça-feira (12) apresentou o Relatório dos Indicadores e o Resultado da Pesquisa de Opinião Pública sobre a Sustentabilidade da Capital paraibana.
A Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa é composta por instituições representantes da sociedade civil organizada. Entre elas, a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba inserida respondendo pela presidência, representada pela gerente de Articulações Institucionais, Denise Gadelha. “A FIEP está à frente da Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa, com o compromisso de contribuir com a evolução e o desenvolvimento da nossa cidade e consequentemente com o nosso Estado, apoiando iniciativas voltadas ao bem estar e desenvolvimento sustentável”, disse.
A cerimônia, que contou com a presença do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, ocorreu para apresentar a pesquisa e um novo relatório sobre a evolução de um leque de 132 indicadores de sustentabilidade no município. Entre os indicadores que mais avançaram estão, a saúde, com a redução da mortalidade infantil e com o aumento na oferta de mais de médicos e leitos hospitalares, além do aumento na expectativa de vida das pessoas. Na área social teve destaque a redução da pobreza e do número de moradias em assentamentos informais. Na mobilidade, o destaque foi a redução da idade média da frota e a ampliação das vias de transporte público. Outro índice relevante apontou a melhoria do ambiente de negócios, com maior velocidade na concessão de licenças. Com relação à pesquisa de opinião pública, há uma elevada percepção de insegurança no município que cresceu de 59% para 66%, quando comparado com o levantamento o levantamento atual com o de 2013.
Na avaliação do vice-prefeito Manoel Junior, todo o trabalho desenvolvido por meio do projeto é um legado que ficará para as próximas gerações e administrações públicas. “Queremos crescer com qualidade e garantindo uma vida melhor para as pessoas. E é muito importante poder deixar esse legado à cidade, fruto de um trabalho técnico intenso e feito com controle social, com acompanhamento da sociedade”, destacou.
A Rede foi criada visando também fortalecer a cultura da transparência e participação por meio da promoção ao debate público qualificado. “As Redes de Monitoramento Cidadão têm ampliado em todo o mundo. Em 2003 eram apenas cinco em todo o continente e já no ano passado este número subiu para 77 redes mundiais. Portanto a participação da sociedade em apoio a construção de políticas públicas é muito importante no atual contexto em que estamos vivendo”, concluiu a presidente da Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa, representante da FIEP, Denise Gadelha.
Informações complementares sobre a Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa, podem ser adquiridas pelo fone (83) 2101-5365.

relatorioViver o presente de forma a desenvolver ações focadas na sustentabilidade, a fim de se garantir um futuro melhor para “os donos do amanhã”, nunca foi tão necessária. Esta é, em termos, a visão da Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa que, na tarde da última terça-feira (12) apresentou o Relatório dos Indicadores e o Resultado da Pesquisa de Opinião Pública sobre a Sustentabilidade da Capital paraibana.
A Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa é composta por instituições representantes da sociedade civil organizada. Entre elas, a Federação das Indústrias do Estado da Paraíba inserida respondendo pela presidência, representada pela gerente de Articulações Institucionais, Denise Gadelha. “A FIEP está à frente da Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa, com o compromisso de contribuir com a evolução e o desenvolvimento da nossa cidade e consequentemente com o nosso Estado, apoiando iniciativas voltadas ao bem estar e desenvolvimento sustentável”, disse.
A cerimônia, que contou com a presença do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Júnior, ocorreu para apresentar a pesquisa e um novo relatório sobre a evolução de um leque de 132 indicadores de sustentabilidade no município. Entre os indicadores que mais avançaram estão, a saúde, com a redução da mortalidade infantil e com o aumento na oferta de mais de médicos e leitos hospitalares, além do aumento na expectativa de vida das pessoas. Na área social teve destaque a redução da pobreza e do número de moradias em assentamentos informais. Na mobilidade, o destaque foi a redução da idade média da frota e a ampliação das vias de transporte público. Outro índice relevante apontou a melhoria do ambiente de negócios, com maior velocidade na concessão de licenças. Com relação à pesquisa de opinião pública, há uma elevada percepção de insegurança no município que cresceu de 59% para 66%, quando comparado com o levantamento o levantamento atual com o de 2013.
Na avaliação do vice-prefeito Manoel Junior, todo o trabalho desenvolvido por meio do projeto é um legado que ficará para as próximas gerações e administrações públicas. “Queremos crescer com qualidade e garantindo uma vida melhor para as pessoas. E é muito importante poder deixar esse legado à cidade, fruto de um trabalho técnico intenso e feito com controle social, com acompanhamento da sociedade”, destacou.
A Rede foi criada visando também fortalecer a cultura da transparência e participação por meio da promoção ao debate público qualificado. “As Redes de Monitoramento Cidadão têm ampliado em todo o mundo. Em 2003 eram apenas cinco em todo o continente e já no ano passado este número subiu para 77 redes mundiais. Portanto a participação da sociedade em apoio a construção de políticas públicas é muito importante no atual contexto em que estamos vivendo”, concluiu a presidente da Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa, representante da FIEP, Denise Gadelha.
Informações complementares sobre a Rede de Monitoramento Cidadão de João Pessoa, podem ser adquiridas pelo fone (83) 2101-5365.