Empresário é morto pelo irmão em festa de confraternização da empresa

Um empresário foi morto a tiros pelo irmão na madrugada deste sábado (23) dentro da concessionária da família no bairro da Casa Verde, Zona Norte de São Paulo. De acordo com informações do boletim de ocorrência, Matteo Petriccione Junior, de 35 anos, atirou contra Marcello Petriccione, de 49 anos, após desentendimento na festa de confraternização da empresa.
O boletim de ocorrência informa que Marcello foi atingido por três disparos e levado para o Hospital Santana, mas não resistiu aos ferimentos. Policiais Militares foram acionados e se deslocaram até o hospital, mas o homem já estavam morto.
A polícia também registrou que Matteo, que efetuou os disparos, foi desarmado logo após os tiros por outro rapaz que estava na concessionária, e acabou fugindo do local do crime. Até a publicação desta reportagem, não havia informação sobre a eventual prisão do autor dos tiros.

Luta corporal
De acordo com o registro da polícia, o desentendimento entre os dois irmão começou após a confraternização na concessionária. Familiares começaram a procurar por Matteo e o encontraram dormindo em sua sala. O empresário acordou e começou a discutir com Marcelo. Os dois iniciaram uma luta corporal, e Matteo acabou acertando com uma cabeçada o nariz de uma tia, de 71 anos.
Matteo se afastou da confusão e retornou com um revólver, atirando contra o irmão. O caso foi registrado como homicídio e lesão corporal no 13º Distrito Policial Casa Verde. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso e iniciar as diligências para prender o autor do crime.
Segundo informações da concessionária, o corpo de Marcelo foi levado para o Instituto Médico Legal. O local do velório e do enterro não haviam sido definidos até a publicação desta reportagem.
G1

Um empresário foi morto a tiros pelo irmão na madrugada deste sábado (23) dentro da concessionária da família no bairro da Casa Verde, Zona Norte de São Paulo. De acordo com informações do boletim de ocorrência, Matteo Petriccione Junior, de 35 anos, atirou contra Marcello Petriccione, de 49 anos, após desentendimento na festa de confraternização da empresa.
O boletim de ocorrência informa que Marcello foi atingido por três disparos e levado para o Hospital Santana, mas não resistiu aos ferimentos. Policiais Militares foram acionados e se deslocaram até o hospital, mas o homem já estavam morto.
A polícia também registrou que Matteo, que efetuou os disparos, foi desarmado logo após os tiros por outro rapaz que estava na concessionária, e acabou fugindo do local do crime. Até a publicação desta reportagem, não havia informação sobre a eventual prisão do autor dos tiros.

Luta corporal
De acordo com o registro da polícia, o desentendimento entre os dois irmão começou após a confraternização na concessionária. Familiares começaram a procurar por Matteo e o encontraram dormindo em sua sala. O empresário acordou e começou a discutir com Marcelo. Os dois iniciaram uma luta corporal, e Matteo acabou acertando com uma cabeçada o nariz de uma tia, de 71 anos.
Matteo se afastou da confusão e retornou com um revólver, atirando contra o irmão. O caso foi registrado como homicídio e lesão corporal no 13º Distrito Policial Casa Verde. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar o caso e iniciar as diligências para prender o autor do crime.
Segundo informações da concessionária, o corpo de Marcelo foi levado para o Instituto Médico Legal. O local do velório e do enterro não haviam sido definidos até a publicação desta reportagem.
G1