Preso confessa ter matado segurança de escola e pede desculpas: “Sofrendo”

Um homem detido no sábado (23) pelas Polícias Civil e Militar confessou em depoimento ter assassinado o segurança de uma escola particular de João Pessoa, Fábio Alves de Lima, durante um assalto. As prisões fazem parte da operação Latros.
A polícia ainda prendeu um outro homem. A ação policial ocorreu após câmeras de segurança mostrarem que mais um crime de assalto foi cometido pelo grupo criminoso.
Na operação Latros, foram presas 15 pessoas, dentre elas, o principal suspeito de ter sido o piloto da motocicleta usada no latrocínio que vitimou Fábio, além de terem sido apreendidas drogas e armas, entre estas, um revólver calibre .38, o qual laudo pericial atestou se tratar da arma que matou o vigilante.

Um homem detido no sábado (23) pelas Polícias Civil e Militar confessou em depoimento ter assassinado o segurança de uma escola particular de João Pessoa, Fábio Alves de Lima, durante um assalto. As prisões fazem parte da operação Latros.
A polícia ainda prendeu um outro homem. A ação policial ocorreu após câmeras de segurança mostrarem que mais um crime de assalto foi cometido pelo grupo criminoso.
Na operação Latros, foram presas 15 pessoas, dentre elas, o principal suspeito de ter sido o piloto da motocicleta usada no latrocínio que vitimou Fábio, além de terem sido apreendidas drogas e armas, entre estas, um revólver calibre .38, o qual laudo pericial atestou se tratar da arma que matou o vigilante.